segunda-feira, 29 de março de 2010

Aprovada profissão de pastor

Projeto de lei, de autoria do senador Marcelo Crivella (PRB-RJ), que transforma teologia em profissão, foi aprovado. A medida beneficia o futuro desses líderes de igrejas evangélicas.

O projeto do bispo licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus regulamenta a profissão, até mesmo para aqueles que não são formados em Teologia. Além disso, o texto de Crivella prevê a criação, pelo Poder Executivo, de um Conselho Nacional de Teólogos.

De acordo com as cláusulas do projeto, só poderá exercer a profissão e ser considerado teólogo aquele que tiver curso superior de Teologia reconhecido pelo poder público; diplomado em curso superior similar no exterior, após revalidação do diploma no Brasil; e os que, embora não diplomados, estejam exercendo a atividade quando a lei for publicada.

Enfim, para os que não têm formação superior em Teologia basta praticar vida contemplativa, realizar ações sociais na comunidade ou estar há mais de cinco anos exercendo a atividade efetivamente para se declarar teólogo.

No Projeto de Lei, discrimina-se a função de um teólogo, que é de supervisionar, orientar, coordenar, planejar, elaborar, programar, implantar, dirigir, executar, analisar ou avaliar estudos, trabalhos, pesquisas, planos, programas e projetos atinentes à realidade científica da religião.

Fonte: www.creio.com.br

domingo, 28 de março de 2010

Apresentada em Socorro a palestra do Projeto Cidadania AD Brasil

Socorro (SP) - A Estância Turística de Socorro está na rota das malhas e também no Circuito das Águas em São Paulo. Distante de Campinas 100 quilômetros. Com 34 mil habitantes é cidade piloto nos esportes radicais para deficientes. Nela está instalada a Assembléia de Deus – Ministério do Belém – ligada ao campo de Amparo, cujo presidente é o pastor José de Lima. O campo de Amparo recebeu a autonomia de Campinas há aproximadamente 11 anos. O líder setorial de Socorro é o pastor Walter Jarbas Teixeira.

Pastor Jarbas está em Socorro há pouco mais de três anos e o setor tem 7 congregações: Rebouças, Rio do Peixe, Rubins, Monjes, Oratório, Lavras e a sede. Todas elas na cidade, contando com aproximadamente 600 fiéis.

Neste sábado, 27, foi realizado a Santa Ceia e contou com a presença do pastor presidente da AD Campinas Paulo Roberto Freire da Costa que entregou uma rica mensagem da palavra de Deus. A dupla Davi e Hilda (Campinas) também louvou a Deus.

A igreja em Socorro estava repleta com a presença de muitos irmãos. Pastor Jarbas explicou que “não havia mais irmãos, devido a falta de ônibus circular na cidade e que muitos deles trabalham em chácaras e nas pousadas existentes na cidade, sendo impedidos de estarem presentes”

Apresentação do Projeto Cidadania AD Brasil




Na parte da tarde um grupo com mais de 30 obreiros, todos da cidade, participaram da apresentação da palestra do Projeto Cidadania AD Brasil.

O pastor Paulo Freire, mostrou aos líderes o projeto político-social da denominação para os desafios que ela está enfrentando com as leis que estão tramitando no congresso e que se aprovadas afetarão diretamente a igreja, a família e a sociedade.

Para o administrador de empresas e presbítero da igreja Francisco J. Santos Jr "a palestra foi muito boa, esclarecedora e é necessária para a igreja nos dias de hoje". Segundo ele, despertou a consciência de muitos obreiros.

No final, Pastor Paulo Freire convocou os obreiros a orarem pelas autoridades brasileiras e para os destinos de nossa nação.

sábado, 27 de março de 2010

Pastor Jairo Bartolomeu, de Guaianases, completa 77 anos

Culto em ações de Graças celebra o aniversário do veterano

A igreja Assembléia de Deus, ministério do Belenzinho setor de Guaianases, situada na Rua Capitão Pucci, realizou na noite da sexta-feira, dia 26, o Culto em Ações de Graças pelo aniversário do seu líder, pastor Jairo Bartolomeu da Rocha. Pastor Jairo completou 77 anos de vida.

O pastor e presidente do ministério pastor José Wellington Bezerra da Costa dirigiu o culto e também ministrou uma palavra. Em nome dos obreiros do interior o escolhido para falar foi o pastor campinense Paulo Roberto Freire da Costa. O pastor José Pereira da Silva, líder em Itaquera e secretário do ministério, que há 60 anos havia aceitado a Cristo nesta igreja falou em nome dos pastores da capital.

Pastor Pereira enfatizou que o pastor Jairo é um grande professor e disse que “com alegria nós prosseguiremos na nossa caminhada”. Pastor Pereira entregou uma mensagem calorosa e pentecostal a todos relembrando ao convite feito pelo salmista nos Salmos 100, encorajando o público a ser agradecido a Deus e a celebrar com alegria ao Se
nhor.

O cantor Adilson Rossi cantou e ainda o pastor presidente da AD Várzea Paulista, Alberto Resende de Oliveira registrou sua presença e afirmou “eu tenho visto no senhor valores que eu procuro imitar”.

O templo sede em Guaianases ficou cheio e centenas de obreiros de várias partes da capital e interior estiveram presentes. O setor conta com 48 congregações.

Pastor Jairo é veterano no ministério e já dirigiu igrejas em Assis (SP), Aquidauana e Campo Grande (MS), Indianópolis e há vários anos está em Guaianases.

Ele é casado com a irmã Lair Nunes da Rocha e tem 5 filhos, Jairo,Jair, Lair, Jaime e Jurandir tem 18 netos e 3 bisnetos.

sexta-feira, 26 de março de 2010

Sejam Bem-vindos

Sejam bem-vindos!

Hoje quero agradecer a Deus pelo apoio de novos amigos que estão chegando em nosso blog. Graças a Deus, todos estão preocupados com a propagação do evangelho.

Esta é a causa que nos move.

Bem-vindos: Pastor Marcos de Souza, Dirceu Dahmer, Evangelho sem Mistura, Ministério Boas Novas, Prossigo para o Alvo, e Semente da Fé.

quinta-feira, 25 de março de 2010

Após 3 dias em frente ao fórum, pastor é expulso pela PM

Comportamento do pastor na porta do fórum incomodou policiais militares

Fabiano Rampazzo
Direto de São Paulo
Conhecido nos dois primeiros dias de julgamento por ficar na entrada do Fórum de Santana, na zona norte de São Paulo, dançando, cantando e gritando em nome de Deus, o pastor e fotógrafo Orlando Torres, 58 anos, foi expulso pela Polícia Militar na tarde desta quarta-feira.

Foto: Raphael Falavigna/Terra

O pedido para retirá-lo do local partiu de pessoas que aguardavam na fila para tentar acompanhar o terceiro dia de júri do casal Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá. "Isso aqui é uma sessão triste, não é um lugar de festa. (Ele) estava incomodando muito com essa gritaria e essa cantoria toda", disse o estudante Rodolfo Mendes, 25 anos.

Nesta quarta-feira, depois de correr e pular, o comportamento do pastor incomodou até os policiais militares. "Inicialmente, convidamos o senhor a se retirar, mas ele não quis. Mais tarde, ele aceitou deixar o local", disse um dos PMs presentes na segurança do fórum.

Ao deixar o local, o pastor disse não entender o porquê de sua saída. "Os policiais vieram falar comigo, mas o que estou fazendo de errado? Só quero transmitir uma mensagem de paz", disse. Questionado se havia tomado alguma sustância, ele afirmou que "só tomei o Espírito Santo".

O caso

Isabella tinha 5 anos quando foi encontrada ferida no jardim do prédio onde moravam o pai, Alexandre Nardoni, e a madrasta, Anna Carolina Jatobá, na zona norte de São Paulo, em 29 de março de 2008. Segundo a polícia, ela foi agredida, asfixiada, jogada do sexto andar do edifício e morreu após socorro médico. O pai e a madrasta foram os únicos indiciados, mas sempre negaram as acusações e alegam que o crime foi cometido por uma terceira pessoa que invadiu o apartamento.

O júri popular do casal começou em 22 de março e deve durar cinco dias. Pelo crime de homicídio, a pena é de no mínimo 12 anos de prisão, mas a sentença pode passar dos 20 anos com as qualificadoras de homicídio por meio cruel, impossibilidade de defesa da vítima e tentativa de encobrir um crime com outro. Por ter cometido o homicídio contra a própria filha, Alexandre Nardoni pode ter pena superior à de Anna Carolina, caso os dois sejam condenados.

NB: Na reportagem cita Orlando como pastor, mas ele é apenas diácono

Postado originalmente: http://noticias.terra.com.br/brasil/noticias/0,,OI4338191-EI15454,00-Apos+dias+em+frente+ao+forum+pastor+e+expulso+pela+PM.html

quarta-feira, 24 de março de 2010

Pastor Adeildo Costa pregou em Campinas na Segunda de Avivamento, em Campinas

O culto foi diferenciado . Houve movimento pentecostal e manifestação da graça e do poder de Deus

O culto de avivamento desta segunda, 22, contou com a presença do pastor Adeildo Costa, que pregou por mais de uma hora, e o público se manteve atônito, ouvindo a mensagem e glorificando a Deus.

O culto começa sempre às sete e meia da noite, mas por volta das seis e meia, diversos irmãos já estavam no templo.

">

De acordo com o cinegrafista Jediael Enéias, 20, “o culto foi diferenciado . Houve movimento pentecostal e manifestação da graça e do poder de Deus”.

Os interessados em adquirir os Dvds dos cultos das segundas de avivamento poderão entrar em contato com o telefone (019) – 3303-3506

Na próxima segunda, dia 29, o pregador será o pastor Carvalho Jr e na outra semana dia 5, estará em Campinas o cantor Regis Danese.

Leia esta e outras notícias em www.adcamp.org.br

terça-feira, 23 de março de 2010

Morreu, hoje, o pastor Alfredo Reikdal, do Ipiranga (SP)


Corpo está sendo velado na AD do Ipiranga e enterro será amanhã


Morreu o pastor Alfredo Emílio Reikdal, presidente de honra do ministério do Ipiranga em SP. Igreja que presidiu por 58 anos. Conhecido no meio dos assembleianos como pastor Reikdal, ele era uma das colunas do evangelho pentecostal em São Paulo e em outros estados. Aos 94 anos ele se despede da família, igreja e de milhares de irmãos.

O corpo está sendo velado, na avenida Doutor Ricardo Jafet, 214 , no bairro do Ipiranga. O sepultamento será amanhã, 24 de março às 16h, no cemitério da Paz no Morumbi.

Um pouco de sua história

Pastor presidente da Igreja Evangélica Assembléia de Deus Ministério do Ipiranga. Nascido em 14 de junho de 1915, em Tietê, município de São José dos Pinhais, PR, era filho de Carlos Magnus Reikdal, de origem islandesa, e de Elza Otto Reikdal, de origem alemã. Foi o primeiro filho de uma prole de três homens e oito mulheres, o qual mais tarde veio a ser um forte e valoroso homem nas mãos de Deus.

A AD no Ipiranga organizada em 29 de junho de 1931 pelas mãos de Vitaliano Piro, teve mais três dirigentes quando passou definitivamente à responsabilidade do pastor Reikdal em 26 de julho de 1943, com apenas 171 membros e três congregações. Atualmente o campo abrange perto de 800 congregações nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Goiás e Distrito Federal com cerca de 120 mil membros.

É o primeiro pastor no Brasil a ocupar a presidência de uma única igreja, por mais 60 anos.

Foi um dos fundadores e também Presidente da COMADESPE, Convenção dos Ministros das ADs no Estado de São Paulo por vários mandatos.

Em 1996 fundou a COMOESPO, Convenção dos Ministros Ortodoxos do Estado de São Paulo, ligada a CGADB, Convenção Geral das ADs no Brasil.



segunda-feira, 22 de março de 2010

O último adeus à Missionária Dozinha



Igreja em Americana se despede de sua líder.

Milhares de pessoas lotaram o grande templo em Americana para dar o último adeus à irmã Dozinha Dias da Silva que morreu neste sábado dia 20, às 18 horas, com 69 anos de vida. Ela era a esposa do pastor Antonio Munhoz presidente desta igreja.

O pastor presidente da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil, José Wellington Bezerra da Costa ministrou uma palavra comovente. Diversos pastores compareceram a cerimônia fúnebre, que teve início a uma e meia da tarde deste domingo, 21.

O corpo foi levado num carro do Corpo de Bombeiros para o cemitério do Gramado, nesta cidade, e foi seguido por mais de 100 veículos.

No sepultamento, muito comovido, o pastor Munhoz caminhava pesadamente, sendo amparado em alguns momentos por amigos, dentre eles o pastor Paulo Freire (Campinas). No tumulo ele chorou pesarosamente saindo em seguida. A grande passeata de irmãos o acompanhou se dispersando e restando apenas saudade.

AD em Monte Alto celebra aniversário de seu líder

Monte Alto (SP) - Foi comemorado na noite deste sábado, dia 20, no templo da Assembléia de Deus em Monte Alto, ministério do Belenzinho, mais um aniversario de seu líder, pastor João Batista Tristão Soares, 58.

Pastores de campos vizinhos compareceram a cerimônia que foi dirigida pelo pastor presidente da Assembléia de Deus em Jaboticabal, Eliel Ferreira. A mensagem da palavra de Deus ficou a cargo do pastor presidente da AD Campinas, Paulo Roberto Freire da Costa.

Crianças, adolescentes, jovens, irmãs do círculo de oração e obreiros, prestaram homenagem ao aniversariante.

Pastor Tristão está em Monte Alto há pouco mais de quatro anos e já está desenvolvendo um grande trabalho para a Gloria de Deus. Ele está construindo um templo para mais de quatro mil pessoas.

De acordo com o pastor Tristão, tudo está sendo feito com o apoio e auxilio dos irmãos que congregam nas cinco igrejas existentes na cidade. Este ano, ele anunciou que todas as festas de departamentos foram suspensas visando economia e direcionamento das finanças para a construção.

Santa Ceia em Embu das Artes

Com a ministração da palavra houve renovação espiritual em toda a igreja

Embu das Artes (SP) - A igreja em Embu, a cidade das artes situada no extremo da zona sul de São Paulo está avivada e apresenta crescimento. O pastor Israel Elias de Melo, 71, vem desenvolvendo um trabalho dinâmico frente à igreja.

A cidade possui dois setores ligados ao Belenzinho, o de número 40, que é liderado pelo pastor Henrique Roberto da Silva, e o setor 47 denominado Santa Emília, que tem como responsável o pastor Israel. Este setor conta atualmente com 29 congregações.

Neste domingo, 21, foi realizada a santa ceia mensal pela manhã, e contou com a presença do pastor presidente da Assembleia de Deus em Campinas, Paulo Roberto Freire da Costa que entregou uma mensagem rica e reveladora da palavra de Deus. No momento em que pregava podia-se notar a alegria dos irmãos com as respostas de Glorias a Deus e Aleluias que o publico presente gritava. Houve renovação espiritual em toda a igreja.

N a celebração da ceia o coral e a orquestra Celestial Louvores apresentou uma belíssima cantata alusiva a morte e ressurreição.

A vereadora por São Paulo, Marta Costa também esteve presente.

domingo, 21 de março de 2010

Morre a missionária Dozinha, esposa do pastor Munhoz de Americana


Faleceu ontem, por volta das 18hs, a missionária Dózinha dias da Silva,69. Irmã Dozinha é esposa do Pastor Antonio Munhoz, Presidente da AD-Belém em Americana e 3º Vice-Presidente da CONFRADESP, Convenção Fraternal Inter-estadual das ADs no Estado de São Paulo.

Destemida, muito jovem abraçou a causa missionária trabalhando por longos anos no Paraguai. Após seu casamento com o pastor Munhoz, dedicou parte de sua vida na coordenação do Departamento feminino da igreja.

o corpo já está sendo velado no grande templo, situado na Rua 1º de Maio, 40 na Vila cordenonsi, em Americana.O corpo será sepultado em local a ser divulgado ás 15 hs, as 13:30hs, haverá a celebração do culto fúnebre

Repensando o ensino teológico

Há alguns anos atrás falar em estudar teologia era uma utopia. Os pais da igreja brasileira diziam que isso era coisa de “gringo”. Nos púlpitos a mensagem da palavra de Deus era ministrada por homens simples, mas com muita unção. A interpretação de II Coríntios 3:6 “o qual também nos capacitou para sermos ministros dum novo pacto, não da letra, mas do espírito; porque a letra mata, mas o espírito vivifica”, era literal.

Neste final de semana, a igreja AD em Santos, ligada ao ministério do Belenzinho, está recebendo os teólogos para uma reflexão sobre o contexto teológico e curricular de nossos cursos de graduação na área. Eles participam do 1ª Conferência de Educação Teológica, realizado pela Convenção Geral e Casa Publicadora das Assembléias de Deus.

O presidente do Conselho de Educação e Cultura da CGADB, o teólogo Douglas Roberto Batista,comemora o fato de que um grande número de obreiros estão procurando os institutos para se aperfeiçoarem no conhecimento teórico da Bíblia Sagrada e seu mistérios.

Deste encontro dos teólogos, eles oferecerão ao Ministério da Educação e Cultura (MEC) um documento com todas as necessidades e condições para credenciamento dos cursos junto ao órgão. Mais um passo que beneficia a cultura teológica de nosso povo. Estas resoluções são de importância para a estrutura administrativa da escola, e firmará com certeza a educação teológica, com uma grade única e com indicações de autores que primem pelo zelo doutrinário.

A Assembléia de Deus completará 100 anos em 2011. Diversas tentativas, as mais sórdidas em muitos casos, tentam atingir a Doutrina Bíblica, que para nós e intocável, segundo afirmou o presidente da convenção Geral, pastor José Wellington Bezerra da Costa que nestes 52 anos de pastorado, se coloca como um defensor da Bíblia Sagrada e da igreja. Ele contesta ainda que existe uma pressão de fora forçando uma mudança nos destinos da doutrina, e isto é preocupante, sendo necessária a intervenção destes homens de Deus, com garra e coragem de se colocarem como escudeiros do que é santo.

Um dia ouvi um professor de filosofia da USP dizer “tem teólogo que acha que mais que Jesus”. A verdade é que este “telogos” estão em muitos de nossos púlpitos querendo nos incutir suas idéias que não passam de heresia infames e deturpadoras.

Parabéns aos conselheiros da educação, pela iniciativa de reunir a igreja e os pensadores para discutirem no campo das idéias o melhor para a nossa denominação.

O próximo encontro acontecerá em setembro em Teresina no Piauí.

sábado, 20 de março de 2010

Santos realiza a 1ª Conferência de Educação Teológica

Educadores discutirão os destinos do ensino e da educação teológica na denominação

O presidente da Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil, pastor José Wellington Bezerra da Costa, ministrou a palavra de Deus, na noite desta sexta, 19, na AD em Santos, por ocasião da abertura da 1ª Conferência de Educação Teológica.
Este evento é realizado pela Casa Publicadora das Assembléias de Deus e pelo Conselho de Educação e Cultura da Convenção, como parte das comemorações do centenário da denominação e está destinado para os educadores, diretores de escolas teológicas, professores de escolas bíblicas e outros interessados no ensino.

Do Conselho de Educação, estiveram presentes, o seu presidente ,pastor Douglas Roberto Batista, de Brasília, pastor Altair Germano, de Abreu e Lima (Pe), pastor Terry Johnson, de Campinas (SP), pastor Jesiel Padilha, Santos (SP) presidente da igreja anfitriã e ainda o secretário geral da convenção, pastor Cyro Melo e o pastor Daniel Aciolli, do Conselho Administrativo da Casa. O pastor Paulo Roberto Freire da Costa, como convidado especial, representou o Conselho de Doutrina, do qual exerce a presidência.

O cantor Vitorino Silva cantou diversos louvores de adoração a Deus.

Pastor José Wellington pontuou que “a conferência teológica é uma necessidade” explicando às centenas de irmãos que lotavam o grande templo da igreja em Santos, que “ há uma pressão lá de fora querendo mudar a Doutrina Bíblica, que para nós é intocável” enfatizou o líder.

De acordo com o presidente do Conselho, pastor Douglas, o resultado esperado é “ a união dos diretores de escolas teológicas que estão filiados ao conselho “ e ele explica ainda que pretendem “ a unificação das grades curriculares e carga horária” para que possam “pleitear junto ao Ministério de Educação e Cultura o credenciamento dos cursos de teologia dos institutos, seminários e faculdades filiados”.

As plenárias terão início neste sábado pela manhã e se estenderão até a tarde do domingo, sendo que a noite os cultos são especiais. Os interessados podem comparecer a Avenida Siqueira Campos, 101, no bairro Macuco ( Canal 4) e se inscreverem, o investimento é de R$ 40,00.



Foto 1: pastor José Wellington e obreiros
Foto 2: Os Conselheiros: Paulo Freire, Altair Germano e Douglas Roberto
Foto 3: Visão Geral do púlpito
Foto 4: Liderança do Evento
Foto 5 : Cantor Vitorino Silva


leia esta notícia também em www.adcamp.org.br

sexta-feira, 19 de março de 2010

Região da Alta Paulista promove reunião para apresentação do projeto Cidadania AD Brasil.

O encontro foi em adamantina, importante cidade da alta paulista

Adamantina (SP)- Um grupo de pastores se reuniu na noite desta quinta-feira, dia 18, no Anfiteatro Hélio Micheloni, instalado no piso superior da Biblioteca Municipal de Adamantina, região da alta paulista, para conhecerem o projeto Cidadania AD Brasil. A organização do encontro foi feita pelo pastor e presidente da AD adamantinense Aristeu da Silva.

O projeto foi apresentado pelo vice-presidente do Conselho Político da CGADB – Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil, pastor Paulo Roberto Freire da Costa. Este projeto está sendo apresentado em todo o país, visando conscientizar a nação assembleiana sobre a necessidade da igreja se unir na questão político-social.

Estiveram presentes os seguintes pastores presidentes: Miriano Francisco das Neves (Dracena); Raul Carlos Martins (Osvaldo Cruz); Jonas de Oliveira Santos (Presidente Venceslau); e Josué Giunco (Tupã) além dos 24 dirigentes das congregações do campo de adamantina e diversos convidados.
O pastor Raul Carlos, da cidade de Osvaldo Cruz, comemorou a ida do pastor Paulo Freire á região garantindo que “a sua presença só fortalece as igrejas do interior”. O pastor e líder da igreja em Dracena Miriano Francisco acentuou “é sempre bom ter o pastor Paulo Freire perto de nós, isto ostra a nossa união, e a união faz a força, juntos termos vitórias em nossos projetos”.
Para o pastor e vice- presidente da AD adamantinense, Gedaias da Silva o encontro foi muito produtivo e trouxe diversos esclarecimentos aos obreiros que estão lidando na obra do Senhor.

quarta-feira, 17 de março de 2010

O ÚLTIMO FOLHETO

Vale a pena ler! É encorajador!

Todos os domingos à tarde, depois do culto da manhã na igreja, o pastor e seu filho de 11 anos saíam pela cidade e entregavam folhetos evangelísticos. Numa tarde de domingo, quando chegou a hora do pastor e seu filho saírem pelas ruas com os folhetos, fazia muito frio lá fora e também chovia muito.O menino se agasalhou e disse:

-Ok, papai, estou pronto.'
E seu pai perguntou:
-'Pronto para quê?'
-'Pai, está na hora de juntarmos os nossos folhetos e sairmos.'
Seu pai respondeu:

-'Filho, está muito frio lá fora e também está chovendo muito.'
O menino olhou para o pai surpreso e perguntou:
-'Mas, pai, as pessoas não vão para o inferno até mesmo em dias de chuva?'
Seu pai respondeu: -'Filho, eu não vou sair nesse frio.' !

Triste, o menino perguntou:
-'Pai, eu posso ir? Por favor! !!'
Seu pai hesitou por um momento e depois disse:
-'Filho, você pode ir. Aqui estão os folhetos. Tome cuidado, filho.'
-'Obrigado, pai!!!'

Então ele saiu no meio daquela chuva. Este menino de onze anos caminhou pelas ruas da cidade de porta em porta entregando folhetos evangelísticos a todos que via. Depois de caminhar por duas horas na chuva, ele estava todo molhado, mas faltava o último folheto. Ele parou na esquina e procurou por alguém para entregar o folheto, mas as ruas estavam totalmente desertas. Então ele se virou em direção à primeira casa que viu e caminhou pela calçada até a porta e tocou a campainha. Ele tocou a campainha, mas ninguém respondeu. Ele tocou de novo, mais uma vez, mas ninguém abriu a porta. Ele esperou, mas não houve resposta. Finalmente, este soldadinho de onze anos se virou para ir embora, mas algo o deteve. Mais uma vez, ele se virou para a porta, tocou a cam! painha e bateu na porta bem forte. Ele esperou, alguma coisa o fazia ficar ali na varanda. Ele tocou de novo e desta vez a porta se abriu bem devagar. De pé na porta estava uma senhora idosa com um olhar muito triste. Ela perguntou gentilmente:

-'O que eu posso fazer por você, meu filho?'
Com olhos radiantes e um sorriso que iluminou o mundo dela, este pequeno menino disse:
-'Senhora, me perdoe se eu estou perturbando, mas eu só gostaria de dizer que JESUS A AMA MUITO e eu vim aqui para lhe entregar o meu último folheto que lhe dirá tudo sobre JESUS e seu grande AMOR.'

Então ele entregou o seu último folheto e se virou para ir embora. Ela o chamou e disse:
-'Obrigada, meu filho!!! E que Deus te abençoe!!!'

Bem, na manhã do seguinte domingo na igreja, o Papai Pastor estava no púlpito. Quando o culto começou ele perguntou:
- 'Alguém tem um testemunho ou algo a dizer?' Lentamente, na última fila da igreja, uma senhora idosa se pôs de pé.

Conforme ela começou a falar, um olhar glorioso transparecia em seu rosto.
- 'Ninguém me conhece nesta igreja. Eu nunca estive aqui. Vocês sabem, antes do domingo passado eu não era cristã. Meu marido faleceu a algum tempo deixando-me totalmente sozinha neste mundo. No domingo passado, sendo um dia particularmente frio e chuvoso, eu tinha decidido no meu coração que eu chegaria ao fim da linha, eu não tinha mais esperança ou vontade de viver. Então eu peguei uma corda e uma cadeira e subi as escadas para o sótão da minha casa. Eu amarrei a corda numa madeira no telhado, subi na cadeira e coloquei a outra ponta da corda em volta do meu pescoço. De pé naquela cadeira, tão só e de coração partido, eu estava a ponto de saltar, quando, de repente, o toque da campainha me assustou. Eu pensei: -'Vou esperar um minuto e quem quer que seja irá embora.' ! Eu esperei e esperei, mas a campainha parecia tocar cada vez mais alto e era mais insistente; depois a pessoa que estava tocando também começou a bater bem forte. Eu pensei: -'Quem neste mundo pode ser? Ninguém toca a campainha da minha casa ou vem me visitar.' Eu afrouxei a corda do meu pescoço e segui em direção à porta, enquanto a campainha soava cada vez mais alto. Quando eu abri a porta e vi quem era, eu mal pude acreditar, pois na minha varanda estava o menino mais radiante e angelical que já vi em minha vida. O seu SORRISO, ah, eu nunca poderia descrevê-lo a vocês! As palavras que saíam da sua boca fizeram com que o meu coração que estava morto há muito tempo SALTASSE PARA A VIDA quando ele exclamou com voz de querubim:

-'Senhora, eu só vim aqui para dizer que JESUS A AMA MUITO.'
Então ele me entregou este folheto que eu agora tenho em minhas mãos.
Conforme aquele anjinho desaparecia no frio e na chuva, eu fechei a porta e atenciosamente li cada palavra deste folheto.

Então eu subi para o sótão para pegar a minha corda e a cadeira. Eu não iria precisar mais delas. Vocês veêm- eu agora sou uma FIlha Feliz do REI!!!
Já que o endereço da sua igreja estava no verso deste folheto, eu vim aqui pessoalmente para dizer OBRIGADA ao anjinho de Deus que no momento

certo livrou a minha alma de uma eternidade no inferno.'
Não havia quem não tivesse lágrimas nos olhos na igreja. E quando gritos de louvor e honra ao REI ecoaram por todo o edifício, o Papai Pastor desceu do púlpito e foi em direção à primeira fila onde o seu anjinho estava sentado. Ele tomou o seu filho nos braços e chorou copiosamente. Provavelmente nenhuma igreja teve um momento tão glorioso como este e provavelmente este universo nunca viu um pai tão transbordante de amor e honra por causa do seu filho... Exceto um. Este Pai também permitiu que o Seu Filho viesse a um mundo frio e tenebroso. Ele recebeu o Seu Filho de volta com gozo indescritível, todo o céu gritou louvores e honra ao Rei, o Pai assentou o Seu Filho num trono acima de todo principado e
potestade e lhe deu um nome que é acima de todo nome.

Bem aventurados são os olhos que veêm esta mensagem. Não deixe que ela se perca, leia-a de novo e passe-a adiante. Lembre-se: a mensagem de Deus pode fazer a diferença na vida de alguém próximo a você. Não tenha medo ou vergonha de compartilhar esta mensagem maravilhosa.

Que Deus te abençoe!!!

terça-feira, 16 de março de 2010

Apóstolo pede oração pela vida do pastor Jabes de Alencar


No início do Jejum da Ressurreição que começou na noite desta segunda-feira(15/3), o apóstolo Estevam informou que o pastor da Igreja Assembléia de Deus Bom Retiro Jabes de Alencar, está internado no hospital Albert Einstein em São Paulo com problemas no coração.

Durante o culto o apóstolo disse: “Antes de começar a leitura bíblica, vamos levantar um clamor pela vida do pastor Jabes de Alencar...”; após a oração, o líder pediu aos membros que orem pela vida do pastor durante o jejum.

Fonte: Folha Renascer http://folharenascer.webnode.com.br/news/apostolo%20pede%20ora%C3%A7%C3%A3o%20pela%20vida%20do%20pastor%20jabes%20de%20alencar/


Digite aqui o resto do post

segunda-feira, 15 de março de 2010

GRATIDÃO E CELEBRAÇÃO MARCAM AS COMEMORAÇÕES DOS 70 ANOS DA CPAD


A Casa Publicadora das Assembleias de Deus - CPAD, realizou neste sábado, no Centro de Convenções SulAmérica, na cidade do Rio de Janeiro, o culto de gratidão a Deus pela passagem dos seus 70 anos de fundação.

A cerimônia, dirigida pelo pastor Claudionor de Andrade (Gerente de Publicações da CPAD), contou com a participação de pastores de todos os estados do Brasil, funcionários e demais convidados.


Na ocasião, o irmão Ronaldo Rodrigues de Souza (Diretor Executivo da CPAD) agradeceu a colaboração de todos aqueles que já trabalharam na Casa, e que cooperaram para o seu crescimento. Os atuais funcionários foram também lembrados e parabenizados.

Em sua fala, o pastor José Wellington Costa Júnior (Presidente do Conselho Administrativo da CPAD) declarou que "a CPAD existe para atender o povo de Deus".

O pastor José Wellington Bezerra da Costa (Presidente da CGADB), com base em Isaías 13.2-4, enfatizando a necessidade de um viver santo e da busca pelo poder de Deus, destacou que "o Senhor não vem buscar uma igreja parecida com o mundo. O Senhor vem buscar uma igreja parecida com Jesus".

Os cantores Victorino Silva, Lília Paz, Marcelo Santos e Sumara Santos, todos eles da Patmos Music, juntamente com o coral da UCADERJ, coral e orquestra da AD em Cordovil e orquestra da AD Ilha da Conceição deram a sua contribuição musical

Fonte: http://prdanielsalesacioli.blogspot.com/2010/03/gratidao-e-celebracao-marcam-as.html

Missões na Argentina

O pastor e missionário Mauro Lima concedeu-me uma entrevista onde ele relata sua vida no campo missionário

http://www.youtube.com/mrferreiralima#p/a/u/1/7dHDfbGsEBY

Digite aqui o resto do post

sexta-feira, 12 de março de 2010

Pastor Claúdio Munhoz comemora 54 anos de vida

Diversos líderes da denominação foram a Araraquara

Araraquara (SP) - O pastor Claúdio Munhóz comemorou 54 anos de vida em um Culto de ações de Graças, realizado nesta quinta, 11, no templo sede da AD na Rua Dom Pedro II, em Araraquara. Nesta data foi comemorado também o aniversário de sua esposa Vanda dos Santos Munhoz.



O culto aconteceu em clima de festa, como o templo se tornou pequeno para o número de pessoas que estavam no local, foi necessário a utilização de telão e mais de 300 cadeiras do lado externo, para que parte do público que estava do lado de fora participasse.

O prefeito Municipal Marcelo Fortes Barbieri (PMDB), esteve presente. O pastor Valdemir Damião, líder da igreja em Araras, representou o presidente do ministério, pastor José Wellington Bezerra da Costa, e dividiu a direção do culto com o pai do aniversariante pastor Antonio Munhoz, vice-presidente da Confradesp e líder da igreja em Americana. O pastor e cantor Adilson Rossi louvou a Deus com seus hinos inspirados.

Diversos pastores compareceram, dentre eles destacamos o presidente da AD Campinas, pastor Paulo Roberto Freire da Costa, que foi o pregador, e ainda os pastores presidente: Enéas Padilha de Siqueira (Votuporanga); Elias Evangelista da Silva (Fernandópolis); Eliel Ferreira (Jaboticabal); Jaime Feliciano ( Olímpia); Benjamim Tiburtino (Matão) ; Claudio de Oliveira (Jales); Wagner Josino da Silva (Barretos) e muitos outros.

Pastor Munhoz começou sua carreira ministerial muito cedo, ainda quando menor foi ao campo missionário, casou-se com a irmã Vanda Munhoz e tem 3 filhas, Nadini, Juliana e Giovanna. A irmã Nadini Munhoz é casada com o presbítero André, e tem um filhinho de nome Ibrahim.


quinta-feira, 11 de março de 2010

A Humilhação de Jesus

Isaias 53

Humilhação é literalmente o ato de ser tornado humilde, ou diminuído de posição ou prestígio. Todavia, o termo tem muito mais em comum com a emoção da vergonha. A humilhação não é geralmente uma experiência agradável, visto que diminui o ego.
A palavra humilde, vem humus, que leva ao sentido de terra fértil pronta para ser adubada. O contrário de humilde é o orgulho que se desvincula totalmente da humildade.

Vemos o Cristo humilde ser humilhado. Suas humilhações começam no Sinédrio, na corte. O que Ele fazia na corte? Qual era o seu crime? Seu ego estava diminuído com certeza, para piorar os soldados cospem em sua face. Lembro-me que quando garoto, para iniciar uma briga com outro colega, alguem estendia o braço e dizia: Quem for homem cospe aqui, e quando cuspíamos ele tirava a mão, e os oponentes se acertavam, e ali, após ter cuspido um no outro começava-se uma discusão. Brincadeira de criança, era humilhante ser cuspido pelo seu oponente. Cristo foi cuspido por você.
Sua humilhação saí da corte para as ruas, com um pesado madeiro nas costas, ele se vê obrigado a desfilar no meio do seu povo, em meio á festa dele, se torna o espetáculo para as nações. Sobe ao calvário e é colocado ao lado de dois ladrões, com crimes, penas de mortes decretadas por terem cometidos diversos delitos. O Cristo nada cometeu e agora é taxado de ladrão, homicida, criminoso e desprezível. Sua cruz, sua vergonha.

Antes de subir à cruz é humilhado tendo suas roupas rasgadas, e a múltidão enlouquecida, como num espetáculo aplaudem “ao bobo da corte”. Os soldados não se contentam e o cortam com chicotes. Nas suas costas sulcos são lavrados, ferida aberta pelos nossos pecados. Quanta humulhação passou nosso Jesus. Muitas pessoas estão crucificando Cristo novamente, expondo um evangelho vergonhoso em que o homem é livre, se a sua consciência não o acusa, tá tudo bem, vamos viver a vida. Com a desculpa esfarrapada de “evangelizar” vão ás passarelas do carnaval e expõe o evangelho de Cristo. Faem tudo isso em nome de uma liberdade fingida. Apenas Marketing, o importante é estar na mídia.

Ele foi humilhado, quando agonizante pediu água, e lhe deram vinagre. Humilhação que terminou com morte e morte de Cruz.

Na atualidade o Cristo é humilhado por mim quando deixo de crer na sua verdade, e crio uma série de arranjos para a minha fé. Elé é humilhado quando lotamos clubes ou salões e enlouquecidos aos berros a multidão grita o nome de um “cantor gospel”, misturando uma espécie de mea-culpa. Ele é humilhado quando idolatramos, homens, pessoas, lugares e até igrejas em detrimento de seus ensinos.

Ele nos chamou para viver um evangelho simples na sua essência, mas poderoso. Temos que viver uma vida de oração consagração e jejum com muito louvor e adoração, e acima de tudo preparados para a sua vinda.

Pense no seu futuro agindo no presente.

quarta-feira, 10 de março de 2010

Vice presidente da Convenção geral portuguesa fala do trabalho em seu país

O pastor e vice presidente da Convenção Geral de Portugal, está no Brasil e me concedeu esta entrevista

SEMINÁNIO NACIONAL: A FAMÍLIA, A IGREJA E O PROGRAMA NACIONAL DE DIREITOS HUMANOS - 3

Queridos companheiros em defesa da vida humana, da família e da liberdade religiosa:

Na data de 24 de março de 2010, acontecerá em Brasília um Seminário que tem como objetivo discutir o Programa Nacional de Direitos Humanos -3 com a Igreja Evangélica Brasileira.

Foram convidados os presidentes de todas as denominações que temos contato. Foram enviados convites para mais de 100 presidentes de denominações (tradicionais, pentecostais, comunidades, igrejas apostólicas, etc) além de convites enviados para os presidentes das missões transculturais e instituições sociais evangélicas

Assim, de ordem do Deputado Federal Henrique Afonso, estendo o convite a todos os amigos e irmãos que acompanham nossa luta em defesa da vida humana, da família e da liberdade religiosa.

Será que um grande alegria recebe-los durante o evento. Será uma grande alegria conhecê-los pessoalmente.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas por email.

Já estamos recebendo confirmação de vários presidentes.

Aos amigos jornalistas e editores de revistas, sites e jornais evangélicos, em virtude da importância do evento fiquem à vontade para cobrí-lo. Os órgãos de comunicação que não puderem estar presentes, se tiverem interesse podemos enviar depois fotos do evento, o documento final que será aprovado além de um realese.

Estou a disposição para maiores informações

Damares Alves - damares.alves@camara.gov.br
_________________

PROGRAMAÇÃO DO EVENTO
A FAMÍLIA, A IGREJA E O PROGRAMA NACIONAL DE DIREITOS HUMANOS - 3

Data: 24 de março de 2010
Local: Auditório Freitas Nobre – Câmara dos Deputados


08h45 - Abertura com o Culto dos Parlamentares
Direção: Deputado Pastor Pedro Ribeiro
10h00min - Exposição de Motivos
Coordenação: Deputado Henrique Afonso
10h20min- PNDH -3 e o Direito dos Povos Indígenas
Preletor: Dr. Ronaldo Lidório – Antropólogo e Escritor
11h00min - Intervalo e café
11h10min – Debate com as Instituições Indígenas
Coordenação:Comandante Rocindes – Instituição Asas de Socorro
Assessoria Jurídica da Frente Parlamentar
12h20min – ALMOÇO
13h30min – PNDH-3 e os encaminhamentos no Congresso Nacional
Preletor: Deputado Federal Pastor Pedro Ribeiro
13h50min - PNDH-3 e a Diversidade Sexual
Preletor: Claudemiro Soares – Escritor e Pesquisador
14h10min – PNDH-3 e a Descriminalização do Aborto
Preletor: Deputado Federal Miguel Martini
14h30min – PNDH e a Liberdade de Imprensa
Preletor: Deputado Federal Silas Câmara
14h50min - PNDH-3 e a Liberdade de Religião
Preletor: Deputado Federal João Campos
15h10min – PNDH-3 e a Família Brasileira
Preletor: Deputado Federal Bispo Rodovalho
15h30min – PNDH-3 e a Proteção às Crianças e os Adolescentes
Preletor: Senador Magno Malta
16h00min - Debate com os Presidentes das Denominações Evangélicas
Coordenação: Deputado Bispo Manoel Ferreira com a participação de todos os preletores
17h30min – Eleição de Comissão Nacional de Defesa da Vida, da Família e da Liberdade Religiosa
Coordenação: Deputado Henrique Afonso
18h00 – Encerramento e Assinatura de Documentos

Via blog Cidadania Evangélica

terça-feira, 9 de março de 2010

Centenas de pastores comparecem a Suzano no aniversário de seu líder

Pastor Paulo Silva é homenageado em Culto de Ações de Graças

Nesta segunda, 8, foi realizado no templo-sede da AD Belenzinho , setor de Suzano,o Culto em Acões de Graças pelo aniversário de 73 anos do pastor Paulo Silva e de sua esposa irmã Rute Izabel Gomes Silva.
O culto foi dirigido pelo presidente do ministério, pastor José Wellington Bezerra da Costa, que estava acompanhado de sua esposa a líder da Unemad – União de Mulheres das Assembléias de Deus no Brasil, irmã Vanda Freire Costa.

Centenas de pastores de diversas partes do estado estiveram presentes no evento, e o pastor e presidente da AD Campinas, Paulo Roberto Freire da Costa também deu o seu abraço no aniversariante e ainda testificou da sua amizade junto ao pastor Paulo Silva e sua família.

Pastor Paulo Silva, é o responsável pelo setor de missões em todo o estado de São Paulo, trazendo sobre si a responsabilidade de coordenar e manter os diversos missionários enviados pelo Belenzinho, que estão espalhados pelo mundo.

Em Suzano, cuida de 67 congregações perfazendo uma média de 8 mil crentes. Ele mesmo testemunhou que a escola dominical do campo gasta em média 2700 revistas por trimestre. A obra na cidade está crescendo com solidez.

Com seu jeito paciente de analisar os fatos, pastor Paulo Silva, tem sempre uma palavra amiga para os que o procuram, o que só aumenta seu carisma.



segunda-feira, 8 de março de 2010

O desprezo de Jesus


Ao estudarmos a sina de Jesus Cristo vemos que ele deixou seu trono de glória para morrer em uma cruz, seu trono sangrento. Deixou toda a glória do reino eterno para nascer neste mundo em uma manjedoura, seu lugar foi junto aos inofensivos animais. De todo o seu luxo, desceu para se esvaziar, junto a pessoas sedentas e famintas de ouvirem sua palavra e conselhos.

Ao deixar sua glória e toda a sua pompa, veio para dar vida ao homem que , aparentemente vivo, estava morto em suas ofensas e pecados. Veio para salvar o pecador. Veio para levar cativo o cativeiro. Veio para dar e oferece vida e vida com abundância, que só experimentam os que crêem nele e renunciam seus desejos e vontades.

Seu nascimento se dá no meio de tantas dificuldades e desconfianças, os reis o esperavam, mas escolhem não recebê-lo. O nascimento deste menino significava o abalo no sistema governamental da época. Seu crescimento acontece no meio de um povo que é seu, mas que também o rejeita. Ele é muito contundente, seus ensinos é contra tudo e todos que estão no poder, mostrando que eles criam leis que eles mesmos não podem cumprir. Com isso começa uma perseguição ainda que velada em alguns pontos, porém visível em outros.

O Cristo é rejeitado. O texto diz “o mais rejeitado entre os homens”. Isso significa escárnio geral, todos o desprezam, ninguém tem interesse por ele. Sua rejeição começou em casa, no meio do seu povo: “Ele veio para os seus, mas os seus não o receberam”. Rejeitado dentro de casa. Cristo tem lugar na sua casa ou você o despreza?. Ser desprezado dentro de casa é péssimo. Imagine você ser desprezada pelo seu marido, dormir em cama diferente, se tornar um estranho dentro de casa, como isso é mal. Se isso acontece com você ou se você já conversou com alguém que sofre este tipo de desprezo ou rejeição sabe como isso dói.

Os religiosos, este termo normalmente é usado pelos teólogos de plantão para as pessoas que não confessam a fé em Cristo, mas o próprio Cristo define este religioso como aquele que o conhece e não faz a sua vontade, quando infelizmente, os religiosos da sua época, o desprezavam, o rejeitavam, porque Ele tocava diretamente nas suas feridas. Estes mesmos religiosos, o chamaram de fanático, mentiroso, pecador, blasfemo e por fim de “possesso de belzebu”.

Eu fico irado, mas evito pecar peco, quando eu vejo a edição de comentários de “teólogos famosos”, que pensam saber mais que Deus, e alguns até editam nos rodapés de suas Bíblias estudos completos que negam a divindade de Cristo ou qualquer outra doutrina Bíblica desprezando aquilo que o Mestre ensinou. São religiosos em busca de um alento para a sua alma inquieta no quesito novidades.
Nem sempre a multidão que cerca a mesa do Senhor está ao lado do Senhor. Vemos isto nos evangelhos, uns pedem que ele permaneça em suas terras , e os capitalistas o expulsam, dizendo que não querem Jesus em suas terras. Quando é que eu e você rejeitamos a Jesus? O rejeitamos quando desprezamos a sua palavra, trocamos seus belos hinos pelos tocantes raps da vida, pelo efervescente rock e pela balada do samba ou do techno. Quando imitamos o mundo na maneira de andar, agir, falar, tratar nossos negócios e por fim quando rejeitamos amar nosso irmão com suas imperfeições. Tente ver Cristo nele e com certeza seu comportamento será outro.

Este Cristo foi desprezado em todas as esferas. Herodes , o grande, decreta sua morte quando nascente. Pilatos tem a chance de lavar as suas mãos para cometer a maior sujeira da humanidade. Herodes Antipas , o trata como um ator ou um espetáculo onde ele pede e Jesus faz milagres, e ele aplaude. No sinédrio ele é mais uma vez rejeitado. Até dá para entender, pois eles tinham interesses escusos.
Duro foi ser rejeitado pelos seus apóstolos, que na sua maior agonia, sequer estiveram com ele, fugiram. Como muitos tem fugido nos dias atuais, escondendo-se atrás de mascaras das mais diversas. Um dos mascarados foi Judas, e tem quem o defenda, o vendeu por um preço de banana. Desprezível foi esta atitude.

Mas o que esperar de Pedro, que Jesus curou a sogra, andou com Ele, repetindo, eu não te negarei. Que pena Pedro, ficou uma pedra quando lhe perguntaram se ele estava com o Cristo, simplesmente ele o nega, diz não o conheço. Pedros,!Pedros!, milhares estão espalhados nos bancos de nossas catedrais.

O pai não o abandonaria numa hora tão crucial, mas Deus não suportou ver tamanho desprezo, e simplesmente não responde a sua oração. “Se possível passa de mim este cálice”. Ainda bem que Deus o rejeitou neste episódio, pois foi o que me garantiu a vida eterna.

Muitos ainda o desprezam, muitas vezes vivendo uma vida dúbia, cheia de pecados, e o pior não se arrependem, alguns acoplam o pecado á sua maneira de viver e sórdidamente misturam o Santo com o profano.

Pense no seu futuro agindo no presente.



domingo, 7 de março de 2010

Pastor Joel Amâncio recebe homenagens em Limeira

Ao completar 76 anos de vida recebe o reconhecimento da igreja

Limeira (SP) - O pastor Joel Amancio de Souza e sua esposa irmã Loide Ferreira de Souza foram homenageados, neste sábado, 6, no suntuoso templo sede da AD Limeira, por ocasião de seus 76 anos de vida.

O presidente da igreja o pastor e advogado Levi Ferreira de Souza, filho do pastor Joel, recebeu o ministério da igreja e muitos irmãos que vieram comemorar a data. O presidente do ministério do Belenzinho, pastor José Wellington Bezerra da Costa foi representado pelo pastor do setor de Itaquera, zona leste de SP, José Pereira da Silva, que transmitiu o abraço e o apreço do presidente do ministério ao homenageado.

O pastor Paulo Roberto Freire da Costa, presidente da AD Campinas, representou os pastores do interior de SP e foi enfático ao afirmar que “o senhor é um exemplo para nós pastores e que nem mesmo jubilado o pastor Joel deixa de ser pastor”.Pastor Paulo Freire lembrou ainda que “Deus tem abençoado muitas famílias nesta cidade através da vida do pastor Joel”.

Durante o culto ele recebeu homenagem dos pastores, dos obreiros do ministério, do conjunto do coral e do círculo de oração e ainda do Departamento de Eventos Especiais da Escola Bíblica Dominical que apresentou a peça “Uma linda história de um homem separado por Deus”.

Recebeu ainda da Fatelim - Faculdade Teológica de Limeira a menção honrosa de ser o paraninfo da primeira turma do curso de bacharél de teologia que a escola está oferecendo.

Durante 44 anos de sua vida, pastor Joel Amâncio se dedicou a pregar o evangelho e a dirigir igrejas, hoje jubilado, não parou e diariamente acompanha as obras do centro evangelístico que está sendo construído na cidade. Este centro é um complexo que abrigará um templo para 15 mil pessoas dependências para asilo, creche, escola e departamentos.

Encerrando pastor Joel resumiu tudo com a seguinte expressão: “Eu estou aqui porque Deus operou muitos milagres na minha vida. Eu não era nada, mas Deus me chamou, me honrou e me colocou no seu ministério”.

sábado, 6 de março de 2010

Líder da Convenção Geral portuguesa prega em Campinas


Pastor Luis Reis ministrou a palavra de Deus no culto de ensino

O primeiro vice-presidente da Convenção Geral das Asssembléias de Deus em Portugal, pastor Luis Reis, pregou a palavra de Deus no culto de ensino desta sexta, 5, na AD Campinas, ministério do Belenzinho.

Pastor Luis, é conselheiro da FAETAD – Faculdade de Educação Teológica das Assembléias de Deus, e está no Brasil para participar da Assembléia Geral da EETAD – Escola de Educação Teológica das Assembléias de Deus, que acontecerá nos dias 9,10, e 11 em Guarulhos.

Em seu país, ele dirige uma igreja com 400 pessoas, com 5 congregações, que eles chamam de missões, isto porque estão há 200 kms distante de Queluz, distrito da grande Lisboa, local onde nasceu nosso primeiro imperador . A igreja possui ainda um missionário na região sul do país. A Assembléia de Deus em Portugal conta com 50 mil crentes em todo o país, sendo o maior movimento evangélico e pentecostal.

Pastor Luis, é o responsável pelo setor de evangelismo na convenção, ele conta com alegria que interrompeu seu ministério pastoral e justifica “eu interrompi meu ministério pastoral e durante dez anos fui evangelista itinerante, agora sou pastor, mas tenho o fogo do evangelismo no coração”. Ele afirma ainda que em Portugal “algumas igrejas são mais avivadas outras menos, mas Deus está salvando”

sexta-feira, 5 de março de 2010

Projeto cria disque-denúncia contra discriminação religiosa

Agência Câmara

BRASÍLIA - Pastor Pedro Ribeiro: pessoas atacadas não têm a quem recorrer. A Câmara analisa o Projeto de Lei 6783/10, do deputado Pastor Pedro Ribeiro (PR-CE), que cria o Programa Nacional Disque Discriminação Religiosa. A finalidade do programa será atender denúncias de abuso, discriminação e intolerância contra qualquer denominação religiosa.

O autor afirma que, apesar de a Constituição Federal consagrar os princípios da liberdade religiosa e de manter separados Igreja e Estado, é comum os meios de comunicação, a pretexto de veicular notícias, cometerem "verdadeiras agressões" a denominações religiosas com as quais tenham divergências.

"Tais agressões atingem profundamente os membros das igrejas atacadas, causando-lhes sofrimento, sem que tenham a quem recorrer. E o mesmo se aplica àqueles que, mesmo não pertencendo a uma determinada congregação, têm por princípio pessoal o respeito às várias formas de expressão da religiosidade", defende.

O deputado acrescenta que o projeto não fere qualquer princípio constitucional relativo à separação entre os Poderes.

Tramitação

A proposta tramita em caráter conclusivoRito de tramitação pelo qual o projeto não precisa ser votado pelo Plenário, apenas pelas comissões designadas para analisá-lo. O projeto perderá esse caráter em duas situações: - se houver parecer divergente entre as comissões (rejeição por uma, aprovação por outra); - se, depois de aprovado pelas comissões, houver recurso contra esse rito assinado por 51 deputados (10% do total). Nos dois casos, o projeto precisará ser votado pelo Plenário. e será analisada pelas comissões de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Fonte: http://www.dci.com.br/noticia.asp?id_editoria=5&id_noticia=319764

A defesa do apóstolo

Lição 10 - 07 DE MARÇO DE 2010 -

TEXTO ÁUREO

"Paulo, apóstolo de Jesus Cristo pela vontade de Deus [...]" (2 Co 1.1).

VERDADE PRÁTICA
Sem a autoridade ministerial que recebemos de nosso Senhor Jesus Cristo, jamais conseguiremos desempenhar com eficácia o serviço cristão.
HINOS SUGERIDOS 244, 486, 498

LEITURA DIÁRIA

Segunda Ef 4.1,2
A autoridade apostólica exercida com mansidão

Terça Fp 4.5
A autoridade apostólica exercida com retidão

Quarta 1 Co 2.1-3
A autoridade apostólica exercida com humildade

Quinta Rm 13.8,10

A autoridade apostólica exercida com amor fraternal

Sexta 1 Co 3.6

A autoridade apostólica e o trabalho em equipe

Sábado 2 Co 8.21

A autoridade apostólica exercida com honestidade


LEITURA BÍBLICA EM CLASSE

2 CORÍNTIOS 10.1-8,17,18

INTERAÇÃO

De acordo com Matthew Henry "em nenhum outro lugar o apóstolo Paulo sofreu mais oposição dos falsos profetas do que em Corinto". Paulo foi duramente provado. Se você é fiel ao Senhor e está enfrentando oposição, não desanime. Siga o exemplo da Paulo,. Não se exaspere, não deixe de realizar a obra que lhe foi confiada por Deus com amor e zelo. O inimigo desejava enfraquecer a Paulo e a sua liderança, impedindo a igreja de avançar. Ele também deseja fazer o mesmo com você. Não tente agir por sí mesmo, por esta é uma batalha espiritual.

OBJETIVOS

Após esta aula, o aluno deverá estar apto a:

Conscientizar-se de que sem a autoridade ministerial que recebemos de nosso Senhor Jesus Cristo, jamais conseguiremos desempenhar com eficácia o serviço cristão.

Compreender que temos de andar de acordo com as leis do Espírito, lutando sempre com as armas espirituais.

Explicar o significado da palavra autoridade.

ORIENTAÇÃO PEDAGÓGICA

Professor, para a aula de hoje sugerimos que você providencie, com antecedência, cópias da tabela abaixo para seus alunos. Caso deseje, você também poderá reproduzir a tabela no quadro-de-giz. Depois que todos estiverem com suas cópias, explique que em Corinto, havia um grupo de falsos crentes que não consideravam Paulo como um apóstolo, por isso não levavam a sério seu ensino e suas recomendações. O apóstolo precisou confrontá-los apresentando suas credenciais apostólicas. Diga que as credenciais do apóstolo estão relacionadas no quadro..

CREDENCIAIS DE PAULO

Comissionado por Deus 1.1, 21; 4.1

Falava sinceramente 1.18; 4.2

Agia com santidade, sinceridade e dependia somente de Deus 1.12

Era objetivo e sincero em suas cartas 1.13,14

Tinha o Espírito Santo 1.22

Amava os crentes coríntios 2.4; 6.11; 11.11

Falava com sinceridade e poder de Cristo 2.17

Trabalhou entre eles e mudou suas vidas 3.2,3

Viveu como um exemplo para os crentes 3.4; 12.6

Não desistiu 4.1,16

Ensinava a Bíblia com integridade 4.2

Tinha Cristo como o centro de sua mensagem 4.5

Era embaixador de Cristo chamado para divulgar as Boas Novas 5.18-20


COMENTÁRIO


INTRODUÇÃO

Palavra-Chave
Autoridade
Poder divino conferido ao homem para liderar a Igreja


No capítulo 10, Paulo usa um tom de cautelosa afeição ao dirigir-se aos seus opositores. A mudança é tão drástica que alguns estudiosos chegam a pensar que os capítulos 10 a 13 desta epístola não tenham sido escritos pelo apóstolo. Entretanto, quando analisamos mais detidamente a personalidade e o temperamento de Paulo, começamos a entender, com mais clareza, a humanidade e o ministério do apóstolo dos gentios.

Os últimos capítulos da epístola, por conseguinte, devem ser estudados com muita atenção. Neles, Paulo defende o apostolado que recebera do Senhor Jesus.

I. PAULO RESPONDE AOS SEUS ADVERSÁRIOS

1. A aspereza versus a delicadeza de Paulo (10.1,2). Paulo era um homem que, à nossa semelhança, sofria os efeitos das emoções. Tinha todas as características, positivas e negativas, de um ser humano normal. Entretanto, por ser extremamente emotivo, sentiu fortemente as injustiças que lhe fizeram alguns coríntios.

A aspereza de suas palavras em 2.4 e 7.8, quando se refere aos seus opositores, provocou uma reação ainda mais hostil por parte de alguns membros da igreja. Todavia, no capítulo 10, Paulo utiliza-se de um teor mais brando e delicado. Todo obreiro, portanto, é um ser humano dotado de sentimentos e que reage às situações; controlado, porém, pelo Espírito, não perde jamais a compostura cristã.

2. Paulo apela para a mansidão e ternura de Cristo (10.1,2). Ao apelar para as virtudes de Cristo (mansidão e benignidade), Paulo foge ao padrão mundano; opta por uma resposta branda. Jesus é o grande exemplo (Mt 11.29). Aos que o acusavam de fraqueza, responde: "Eu que, na verdade, quando presente entre vós, sou humilde (temeroso), mas ausente, ousado (corajoso) para convosco" (v.1).

Essa expressão não tinha nada de timidez. Na verdade, o apóstolo agia assim para evitar um conflito maior, imitando a serenidade de Cristo. Ele queria evitar uma ação disciplinar contra os rebeldes. Além disso, Paulo não desejava amedrontar os cristãos de Corinto, pois eram seus filhos espirituais.

3. Paulo diz que sua conduta não era segundo a carne (10.2,3). O apóstolo usa o termo "carne" em dois sentidos. Primeiro, no sentido físico: andando na carne (v.3). A versão Almeida Século 21 diz: "Embora vivendo com seres humanos, não lutamos segundo os padrões do mundo". Paulo almejava que os coríntios lembrassem que ele e seus companheiros eram homens comuns.

O segundo sentido da palavra "carne" é figurado; refere-se a uma parte da natureza humana corrompida pelo pecado, que tende a induzir-nos a contrariar as coisas espirituais. Reafirma o apóstolo: "não militamos segundo a carne" (v.3). Em outras palavras, Paulo estava declarando que não seguimos os desejos da carne, porquanto, embora habitemos em corpos físicos, somos guiados pelo Espírito de Deus (Gl 5.16).

SINOPSE DO TÓPICO (1)

Paulo não seguia os ditames da carne, ele era guiado pelo Espírito de Deus.


II. INIMIGOS E ARMAS ESPIRITUAIS DO APOSTOLADO

1. Os inimigos interiores (vv.4,5). No caso da igreja de Corinto, tais inimigos eram os argumentos contra o Evangelho puro, simples e verdadeiro de Jesus Cristo, que Paulo pregava e ensinava, bem como as falsas acusações contra seu ministério. O apóstolo foi um bravo militante na guerra espiritual contra os falsos ensinos na igreja ao longo de seu ministério, pois sabia do estrago que esses inimigos poderiam fazer na mente e coração humanos e, por conseguinte, na igreja.

Nós também enfrentamos tais inimigos poderosos não somente dentro de nossas igrejas, mas também em nossa mente e coração. Em nosso íntimo, existem guerras espirituais sendo travadas. O próprio apóstolo discorre sobre isso em sua carta aos Gálatas (5.17), quando revela a luta entre os desejos da carne e do espírito. Entretanto, Paulo nos revela como vencer essa guerra tão difícil contra inimigos tão poderosos. "Digo, porém: Andai em Espírito e não cumprireis a concupiscência da carne" (Gl 5.16). Além disso, existem outras armas espirituais que estão disponíveis para nós utilizarmos, como veremos no próximo tópico.

2. As armas espirituais (vv.4,5). Paulo sabia que nesta guerra espiritual ele não poderia utilizar armas carnais, tais como: capacidade intelectual, influência, posição social etc. O Inimigo não pode ser derrotado com armas semelhantes às suas, por isso, as armas do apóstolo eram espirituais e "poderosas em Deus para destruição das fortalezas." Tais fortalezas (v.4) são utilizadas para impedir que o conhecimento de Deus avance na mente e no coração do homem (v.5).

Enquanto soldados de Cristo, militando o bom combate aqui na terra, estamos sujeitos às tentações e males dentro e fora da igreja. Portanto, temos de andar de acordo com as leis do Espírito, lutando sempre com as armas espirituais, que são: a Palavra de Deus - a espada do Espírito - a verdade, um caráter justo e reto, a proclamação do Evangelho da paz, a fé, a certeza da Salvação, e uma vida de oração (Ef 6.11-18).

SINOPSE DO TÓPICO (2)

Apesar de vivermos neste mundo sujeitos às tentações, temos de andar de acordo com as leis do Espírito, lutando sempre com as armas espirituais.


III. A PERSPECTIVA DE PAULO SOBRE AUTORIDADE

1. O significado de autoridade. De acordo com o Dicionário Bíblico Wycliffe, uma das palavras gregas para autoridade é exousia, cujo significado é poder, liberdade ou direito de escolher, agir, possuir ou controlar. Tratando-se da questão abordada por Paulo nesta segunda carta, esse termo é o que melhor se enquadra, uma vez que o apóstolo discute exatamente a qualidade espiritual de sua autoridade.

2. A perspectiva de Paulo quanto à autoridade espiritual. Paulo argumenta com os coríntios que a consistência de sua autoridade apostólica encontra-se na coerência entre o seu discurso e a sua prática, as atitudes dele refletiam a sua pregação. Por isso, combatia de modo firme e enérgico àqueles que se opunham ao seu ministério. O apóstolo também questionava as acusações daqueles homens, pois assim como se autodeclaravam de Cristo, Paulo também podia se declarar. Ele assegurou àquela igreja que sua autoridade fora-lhe concedida pelo Senhor "para edificação e não para destruição" dos coríntios (2 Co 10.8). Acima de tudo, a integridade do seu caráter e ministério era o seu principal argumento e defesa.

Outro ponto abordado pelo apóstolo é que ele e seus companheiros tinham sido os primeiros a chegar em Corinto com o evangelho, por isso, a igreja deveria dar crédito à sua palavra.

Por fim, Paulo recomenda que nosso padrão de medida deve ser o Senhor e não os outros, porquanto, se fizermos assim, constataremos que não temos nenhum motivo para se orgulhar. Nos versos finais do capítulo 10, o apóstolo ainda aconselha a buscarmos o reconhecimento divino, e não humano.

SINOPSE DO TÓPICO (3)

Somente Cristo é o alvo, o ponto máximo e convergente da revelação de Deus mediante o Evangelho.


CONCLUSÃO

A autoridade apostólica de Paulo, exercida com tanta seriedade, fora lhe concedida pelo Senhor e encontrava-se fundamentada em seu relacionamento com Deus e na integridade de seu caráter e ministério. Portanto, se estivermos conscientes de nosso chamado divino e exercermos com integridade nosso ministério, não devemos temer falsas acusações, pois essas sempre farão parte da vida de um servo fiel.

REFLEXÃO

"E o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre." 1 João 2.17


AUXÍLIO BIBLIOGRÁFICO I


Subsídio Bibliológico

"O ofício apostólico e a autoridade de Paulo

[...] Paulo retrata seu ministério apostólico em termos de campanha militar. Ele e sua equipe ministerial viviam no mundo (gr. en sarki, Ågna carne", cf. "em vasos de barros", 2 Co 4.7). Mas ele não militava ou empreendia guerra como o mundo faz (gr. kata sarka, "segundo a carne", isto é, limitado pelo que é finito, humano, terrestre ou meramente físico). Pouco importando o quão fraco, tímido ou humilde Paulo parecesse ser na presença dos coríntios, ele não teve de enfrentar destemidamente ou usar métodos e armas que o mundo usa. Quando o Espírito o ungiu ele tinha armas "poderosas em Deus" para destruir as fortalezas inimigas. Estas armas são o Espírito e a Palavra. As "fortalezas" eram os ardis argumentos contra o Evangelho simples de Cristo que Paulo pregava, como também os esforços em destruir seu ministério e levar seus convertidos à escravidão espiritual pelas falsas doutrinas dos inimigos. Podemos aplicar isto às forças do mal que procuram destruir a Igreja trazendo falsas doutrinas, modos mundanos, entretenimento secular e apresentações terrenas. A Palavra e o Espírito ainda têm o poder de destruir os poderes das trevas (veja Ef 6.14-18)" (HORTON, Stanley M. I & II Coríntios: Os Problemas da Igreja e suas Soluções. RJ: CPAD, 2003, pp.234-35).

AUXÍLIO BIBLIOGRÁFICO II


Subsídio Teológico

"Os limites da jactância de Paulo

Com ironia Paulo rejeita qualquer comparação dele com seus oponentes. Como The Message traduz o versículo 12: 'Nós, entenda, não nos colocamos em liga com aqueles que se gloriam que nos são superiores. Não ousaríamos fazer isto'. Eles procuravam fazer com que suas realizações parecessem impressionantes, comparando-se totalmente 'consigo mesmos'. Eles se recusavam a reconhecer o que Deus fez por Paulo em relação à sua comissão aos gentios ? dada a ele por Cristo (At 9.15; Gl 2.9). Eles diziam que Paulo deveria gloriar-se como eles o faziam e que ele era verdadeiro apóstolo. Mas Paulo só gloriará dentro dos limites do ministério que lhe foi dado por Deus, o que inclui Corinto. Dizendo isto, Paulo está denotando que os falsos apóstolos são os instrumentos que estão ferindo a assembleia que Deus o enviou para estabelecer.

A jactância de Paulo não vai muito longe, além dos limites convenientes, porque ele e seus companheiros foram os primeiros a chegar a Corinto com o Evangelho. Este foi o ponto mais distante que ele tinha alcançado em suas viagens missionárias até aqueles dias. Sua esperança porém, era expandir o trabalho em Corinto e depois ir para outras regiões. Na visão de Paulo, abrangeria Ilírico, Roma e Espanha (veja Rm 15.19,23,24,28). Mas ele não seria como os falsos apóstolos, porque não afirmaria que foi o primeiro a levar o Evangelho em território que já tivesse sido de fato evangelizado por outra pessoa.

Paulo limita ainda mais a jactância parafraseando Jeremias 9.24. Esta é outra razão por que ninguém deve se gloriar de assumir algo que é de responsabilidade de outra pessoa.

De fato, toda jactância ou louvor à pessoa ou ministério não é importante. A única coisa que conta é o louvor do Senhor (cf. Rm 2.29; 1 Co 4.3-5). Ele não dará louvor àqueles que buscam exaltar-se. (HORTON, Stanley M. I & II Coríntios: Os Problemas da Igreja e suas Soluções. RJ: CPAD, 2003, pp. 237, 238).

VOCABULÁRIO

Concupiscência: Desejo ou vontade carnal intensa.

BIBLIOGRAFIA SUGERIDA

RICHRDS, Lawrence O. Guia do Leitor da Bíblia. 1. ed. Rio de Janeiro, CPAD, 2005.
HENRY, Matthew. Comentário Bíblico do Novo Testamento. 1. ed. Rio de Janeiro, CPAD, 2008.

SAIBA MAIS
Revista Ensinador Cristão, CPAD, no 41, p. 41

EXERCÍCIOS

RESPONDA

1. O que Paulo desejava reafirmar ao utilizar a expressão: "não militamos segundo a carne"?

R. Paulo desejava reafirmar que ele não seguia os ditames da carne.

2. O apóstolo usa o termo "carne" em dois sentidos. Quais são eles?

R. Sentido físico, significando ser humano; e sentido figurado referindo-se a uma parte da natureza humana corrompida pelo pecado.

3. Quais são os inimigos interiores do crente?

R.Os argumentos contra o Evangelho e as falsas acusações contra seu ministério.

4. De acordo com a lição, qual o significado da palavra "autoridade" na língua grega?

R. Poder, liberdade ou direito de escolher, agir, possuir ou controlar.

5. Qual era a fonte da autoridade apostólica de Paulo?

R. Jesus Cristo.

quinta-feira, 4 de março de 2010

Supremo arquiva ação de associação de evangélicos contra acordo Brasil-Vaticano

FALTA DE LEGITIMIDADE

Supremo arquiva ação de associação de evangélicos contra acordo Brasil-Vaticano

Da Redação - 04/03/2010 - 11h30

O ministro Joaquim Barbosa, do STF (Supremo Tribunal Federal), arquivou uma Adin (Ação direta de inconstitucionalidade) ajuizada pela Comaduec (Convenção de Ministros das Assembleias de Deus Unidas do Estado do Ceará) contra o Estatuto Jurídico da Igreja Católica do Brasil. A justificativa do ministro para negar o seguimento da ação foi a falta de legitimidade da entidade para propô-la.


A Comaduec pediu ao Supremo a declaração de inconstitucionalidade do Estatuto Jurídico da Igreja Católica do Brasil, aprovado pelo Congresso no ano passado e proveniente do Acordo entre Brasil e Santa Sé, assinado em novembro de 2008.

Segundo a organização evangélica, o acordo fere a laicidade do Estado brasileiro e privilegia a Igreja Católica em detrimento das demais religiões, o que seria uma afronta ao princípio constitucional da igualdade das religiões.

Ao avaliar se a convenção dos ministros evangélicos preenchia os requisitos para ser proponente de Adin, conforme especificado no artigo 103, inciso IX da Constituição Federal, Joaquim Barbosa constatou que a Comaduec não é uma “entidade de classe”, porque seus membros não representam interesses profissionais definidos. Ele lembrou que o inciso IX confere legitimação às confederações sindicais ou entidades de classe de âmbito nacional para propor Adin.

“Essa corte, por diversas vezes, estabeleceu o alcance da expressão entidade de classe como aquela em que seus membros estão vinculados por relação econômica ou profissional”, explicou o ministro Joaquim Barbosa. “Como se vê, o liame que une os membros da Convenção de Ministros das Assembleias de Deus Unidas do Ceará (Comaduec) é de natureza estritamente religiosa, não havendo qualquer vínculo de natureza profissional ou econômica entre eles”, completou.

Fonte original: http://ultimainstancia.uol.com.br/noticia/SUPREMO+ARQUIVA+ACAO+DE+ASSOCIACAO+DE+EVANGELICOS+CONTRA+ACORDO+BRASILVATICANO_68210.shtml

quarta-feira, 3 de março de 2010

Campinas se despede da solista Dejanil Fonseca. Uma mulher espetacular

Aquela voz acostumada a se ouvir nos grandes solos do coral Vozes do Calvário, silenciou-se. A voz de Dejanil Fonseca , 64, há 50 cantando louvores na igreja, ouviu-se pela última vez no ensaio do coral no último domingo, 28. Ao terminar o solo de um belíssimo hino, irmã Deja, como era carinhosamente conhecida, sentiu uma forte dor de cabeça, não agüentando manter-se em pé, assentou-se. A partir deste momento perdeu os sentidos e de imediato foi levada para o hospital, sendo constatado derrame hemorrágico.

No hospital a luta dos médicos durou até a 18 hs do dia 2 de março, quando o Senhor a recolheu para a sua glória.

Casada com o presbítero José Fonseca, deixou três filhos que são pastores atuantes na Igreja do Nazareno: Jocimar Fonseca, Edmar Fonseca e Alex Fonseca, além de 3 noras e 7 netinhos.

Sua dedicação ao coral começou aos 11 anos de idade como ela mesma relatou em um depoimento dado a revista comemorativa dos 50 anos do Coral Vozes do Calvário no ano de 2004.

Culto de Esperança e consolação

Por volta do meio dia o corpo da irmã Dejanil Barbosa Fonseca chegou ao templo sede da AD Campinas para ser velado. Diversos pastores e amigos da família já lotavam as dependências da igreja para lhe dar o último adeus. O coral Vozes do Calvário se vestiu de luto e no culto cantou dois louvores e ainda prestou uma singela homenagem.

O pastor presidente da AD Campinas Paulo Roberto Freire da Costa, após fazer uma oração, entregou toda a direção da cerimônia aos três pastores filhos da irmã Deja e eles se revezaram adorando a Deus e ministrando palavras consoladoras a todos os presentes.

Milhares de irmãos vieram consolar os familiares. O pastores Flávio Valvassoura, da Igreja Nazareno Central de Campinas, Fernando César Oliveira, líder dos pastores nazarenos de Campinas, o Bispo Tito Oscar, da Igreja de Vida Nova (SP), pastor Paulo Freire, o anfitrião, o esposo presbítero José Fonseca a netinha Isabelle e ainda os pastores Edmar Fonseca, Alex Fonseca e Jocimar Fonseca, os filhos, falaram sobre a vida honesta e dedicada ao Senhor que manteve a irmã Deja.

Com muitas lágrimas, consolação e conforto seguido de uma multidão houve a despedida e o enterro aconteceu as 17 hs no cemitério das Aléias, no bairro de Gramado em Campinas.

_______________________________________________________________________


Frases:

Pastor Paulo Freire - Líder AD Campinas


“Hoje este mundo fica mais pobre, mas o céu enriqueceu”

“Este coral tem a cara da irmã Dejanil”

“Neste coral tem um lugar vazio que nunca mais será ocupado. Irmã Dejanil este lugar é seu.”

“Foi mãe, uma conselheira, pacificadora, companheira, temente a Deus e uma adoradora.”

______________________________________________________________________

Bispo Tito Oscar – Igreja Vida Nova

“Não preciso de palavras para tanta dedicação ao Senhor”

“Criar filhos pastores é preciso muito joelho no chão e muita graça”

“Ela colaborou muito com a igreja do Senhor. Deu o melhor que ela tinha”

_____________________________________________________________________

Presbítero José Fonseca – O esposo

“Deus a chamou fazendo um solo pra Ele”

_____________________________________________________________________

Pastor Fernando César de Oliveira - Líder dos pastores nazarenos Campinas

“Ela pode ser comparada com qualquer heroína da Bíblia”

“Ela nos deixou uma igreja abençoada”

______________________________________________________________________

Abigail – Amiga e Regente Titular do Coral Vozes do Calvário

“Ela começou aqui neste coral louvando a Deus, usando sua voz e terminou sua carreira aqui, louvando a Deus com sua voz” _
____________________________________________________________________

Isabelle – Netinha filha do pastor Jocimar Fonseca


“Ela é um exemplo a ser seguida”

“Foi uma grande perda”

“Um pedaço de mim foi embora pro céu, mas eu um dia vou-vê-la”


____________________________________________________________________

Jocimar Fonseca – Líder Igreja do Nazareno, filho mais velho

“O último solo”

_____________________________________________________________________

Alex Fonseca – Líder da Igreja do Nazareno, filho caçula.

“O ministério da minha mãe foi um espetáculo”

“Conselheira, fiel, especial, sábia, crente, companheira, inigualável, madura, cultivou pessoas e amigos”

“Sempre procurando a reconciliação de corações e pessoas”

"Ela é pra mim um espetáculo, espetáculo no aconselhamento, na canção e no louvor. Não espetáculo como o mundo vê.”
__
____________________________________________________________________

Pastor Aguiar Valvassoura - Lider da Igreja do Nazareno – enviou este e-mail, lido na ocasião por seu filho pastor Flávio Valvassoura.

Meus caros irmãos da família Fonseca

“ Se a nossa esperança em Cristo se limita apenas a esta vida, somos os mais infelizes de todos os homens” I Coríntios 15:19

A distância aumenta a dificuldade de poder expressar o que vai no meu coração nesta hora. Queria estar ao lado de jovens que vi tornarem-se homens: Pastor Jocimar, Pastor Edmar e pastor Alex, para poder abraçá-los e reafirmar mais uma vez o que lhes disse em outras situações: o sofrimento nos torna melhores ou piores depende de como o enfrentamos.

A irmã Deja, como assim, todos os de perto a chamavam era uma mulher crente. Gerou, juntamente com o irmão Fonseca 3 magníficos filhos e os 3 tornaram-se pastores de almas e de homens. Podem os irmãos imaginar o galardão desta amada serva do Senhor?

Transmito ao irmão Fonseca o meu carinho e respeito.

Que o Deus de toda a graça o fortaleça nessa hora em que precisarão de sua ajuda e de exemplo de um homem de oração.

Aos amados irmãos, faço-os lembrar que somos um povo que está a caminho.

Não é aqui a nossa morada e nem o nosso descanso;

Fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder. Ef 6.10

Meu carinho a Belle, ao João Vitor, Gabriela, Rebeca Juliana, ao Gabriel e a Manoela.

A vovó esta com Jesus no céu.

Com carinho, respeito e compartilhando a dor desta hora.

Em Cristo, a nossa Esperança.

Pr. Aguiar e Lúcia. ______________________________________________________________________




terça-feira, 2 de março de 2010

Pastores morrem cantando hino da harpa e emocionam bombeiros que os socorriam após acidente


Por Renato Cavallera em domingo, 28 fevereiro 2010

Dois pastores evangélicos e um motociclista morreram num acidente envolvendo sete veículos, na manhã de ontem, na Rodovia do Contorno, trecho da BR 101 que liga Serra a Cariacica no Espírito Santo.

Os religiosos pertenciam à Igreja Assembleia de Deus e haviam saído de Alegre, município da Região Sul do Estado, rumo a uma convenção estadual da igreja em Nova Carapina II, na Serra.


Os veículos – cinco caminhões, uma moto e um automóvel Del Rey – bateram um atrás do outro. O engavetamento aconteceu às 8h15, no quilômetro 277, na Serra. Os pastores estavam no carro.

Tudo começou quando um caminhão freou por causa do intenso fluxo de carros no sentido Cariacica – Serra. Os veículos que vinham atrás dele frearam também, mas o último caminhão – de uma empresa de cerveja – não conseguiu parar a tempo. Com isso, os veículos que estavam à frente foram imprensados uns contra os outros.

Os pastores José Valadão de Souza e Nelson Palmeira dos Santos e o motociclista Jonas Pereira da Silva, 52 anos, morreram no local. Dois outros pastores, que também estavam no Del Rey, sobreviveram, e o motorista de um dos caminhões sofreu arranhões nas pernas. Nenhum dos outros caminhoneiros ficou ferido.

O proprietário e condutor do Del Rey é o pastor Dimas Cypriano, 61 anos, do município de Alegre. Ele saiu ileso do acidente e teve ajuda do motorista José Carlos Roberto, carona de um dos caminhões, para sair do veículo.

Seu amigo de infância, o pastor Benedito Bispo, 72, ficou preso às ferragens. Socorristas do Serviço Médico de Atendimento de Urgência (Samu) e bombeiros fizeram o resgate dele. O pastor teve politraumatismo e foi levado para o Hospital Dório Silva, na Serra.

A mulher de Benedito chegou a ver o marido sendo socorrido e teve que ser amparada por um familiar. Ela também seguia para a convenção num outro veículo. A rodovia ficou interditada durante vários momentos da manhã de ontem nos dois sentidos. O trecho só foi totalmente liberado no início da tarde.

O pastor Dimas Cypriano, que sobreviveu ileso ao acidente na manhã de ontem, no Contorno, contou que usava cinto de segurança e que ficou preso ao tentar sair. Ele dirigia o Del Rey e disse que precisou de ajuda para sair do carro. Mas depois continuou no local, acompanhando os trabalhos de resgate do colega, Benedito Bispo. Nas mãos, levava uma Bíblia que ficou suja de sangue. Mas isso não impediu que o pastor orasse durante o socorro.

O mais comovente do triste episódio, foi o relato dado por 2 pastores sobrevivente, e pelos bombeiros que tentavam tirar os pastores ainda com vida, que estavam presos nas ferragens.

As testemunha citadas acima, contam que os pastores Nelson Palmeiras e João Valadão, ainda com vida e presos nas ferragens, em meio a um mar de sangue que os envolvia, começaram a cantar o Hino 187 da harpa cristã:

Mais perto
Quero estar meu Deus de ti!
Ainda que seja a dor
Que me una a ti,
Sempre hei de suplicar
Mais perto
Quero estar meu Deus de ti!

Andando triste
Aqui na solidão
Paz e descanso
A mim teus braços dão
Nas trevas vou sonhar
Mais perto
Quero estar meu Deus de ti!

Minh’alma cantará a ti Senhor!
E em Betel alçará padrão de
Amor,
Eu sempre hei de rogar
Mais perto
Quero estar meu Deus de ti!

E quando Cristo,
Enfim, me vier chamar,
Nos céus, com serafins irei
Morar
Então me alegrarei
Perto de ti, meu Rei, meu Rei,
Meu Deus de ti!

Aos poucos suas vozes foram silenciando-se para sempre.

As lagrimas tomaram conta dos bombeiros, acostumados a resgatar pessoas em acidentes graves, porem jamais viram alguem morrer cantando um hino; como foi o caso dos pastores Nelson Palmeiras e João Valadão .

Fonte: Genizah Virtual / Gospel+
Via: Gospel Prime via http://prsergiojardim.blogspot.com/

Campinas participa da Semana Nacional de Jejum e Oração

Conheça os propósitos desta campanha e participe você também

A igreja em Campinas não ficará de fora da Semana Nacional de Oração e Jejum, de 8 a 14 de março, que foi criada pela Convenção Geral e a Casa Publicadora das Assembléias de Deus, como parte das comemorações do Centenário da denominação. Diariamente haverá períodos de oração na igreja envolvendo os fiéis nos propósitos da campanha.

Quem saiu na frente foi o setor de Nova Europa, liderado pelo pastor Jair Ferreira Bueno que desde janeiro inaugurou um relógio de 24 horas de oração e a igreja está em plena campanha.

A orientação do presidente da igreja campineira, pastor Paulo Roberto Freire da Costa é a de que cada igreja do campo crie suas estratégias de oração e jejum e participe ativamente da campanha.

Os temas são envolventes incluindo família, adolescentes, missões, além das comemorações do Centenário das Assembléias de Deus no Brasil.

Os mais diversos motivos vão mover a nação brasileira neste evento e foram divididos na seguinte programação:

Dia 8, segunda-feira, O Deus eterno do Centenário, este dia será dedicado a oração pelo centenário das ADs.

Na terça, 9, o Deus que responde com fogo, a igreja vai orar por uma Avivamento Nacional.

Na quarta, 10, O Deus das causas impossíveis, será o momento de vermos a Providência Divina atuando na vida dos crentes.

Na quinta, 11, O Deus que fortalece a família, nesta época em que o inimigo de nossas almas – o Diabo – luta para desestabilizar a família e mudar o seu conceito, a igreja vai estar intercedendo e pedindo a Deus um milagre na sua família e na sua casa.

Na sexta, 12, O Deus de todas as nações, nossos missionários serão lembrados neste clamor e juntamente com eles, os povos, tribos e nações desde os que estão próximos a nós como os mais distantes que nunca tivemos contatos. Vamos interromper as barreiras das Missões Transculturais e levantar homens e mulheres corajosos para ir até eles pregar a palavra de Deus.

Já no sábado, 13, no calor da oração vamos louvar ao Deus que realiza meus sonhos, este é o tema do sábado, um momento próprio para que você abra o teu coração e seja abençoado por Deus.

Encerrando no Domingo, 14, Deus o Pai amoroso, é o momento da colheita. Vamos orar pela salvação de almas, e neste domingo vamos encher nossos templos com pessoas não convertidas e com unção de Deus ministrar mensagens de salvação, cura e libertação. Será glorioso colhermos os resultados.

A igreja em Campinas confeccionou um cartaz para cada congregação e está divulgando este trabalho.


Cantor Nani Azevedo e pastor Flávio Valvassoura reiniciam segundas de Avivamento na AD Campinas



Diversos pastores e cantores estão sendo convidados para este avivamento

Por volta das 18:30 hs um grupo de irmãos já estavam no templo sede para participarem da reabertura dos cultos de avivamento realizados nas segundas-feiras. O culto teve seu início ás 19:30 hs com oração, logo em seguida o louvor com o cantor Emérson Pedrosa e sua banda.


As 20 hs, o cantor convidado Nani Azevedo iniciou um momento de adoração e louvor. Nani Azevedo cantou hinos inspirados e o público presente cantou junto com ele. O cantor anunciou em primeira mão que nos meados de abril estará lançando um novo Cd na praça, desta vez intitulado “Tente outra vez”.

Notava-se no templo uma grande cooperação de irmãos da Igreja do Nazareno Central. O pastor e líder desta igreja Flávio Valvassoura ministrou a palavra de Deus.
No final, diversas pessoas foram á frente para receberem a oração da fé.

Para as próximas segundas-feiras estão convidados os seguintes pregadores: Segunda, dia 8, pastor Gilvan Rodrigues, dia 14, pastor Ângelo Galvão, dia 22, pastor Adeildo Costa, e no dia 29 pastor Carvalho Júnior.

Foto 1. Cantor Nani Azevedo ( Foto Daniel Oliveira)
Foto 2. Nani Azevedo, Eduardo Guimarães e pastor Flávio (Foto Daniel Oliveira)