domingo, 31 de janeiro de 2010

Os setes choros de José

Nesta semana de domingo a sábado estarei postando este pensamento sobrea a vida de José, este texto está baseado no livro de David Kormfield, leia-o atentamente e se gostar indique a outros, pois assim como tocou na minha alma e deu bons resultados, espero que o Espírito Santo possa falar com você.

Conhecemos bem a história deste homem que serve de base para diversas mensagens e ensinos para a nossa vida cristã. A lição de superação e vitórias de José do Egito é muito enriquecedora.
Suas defesas e tribulações, o amor do pai, o ódio dos irmãos, a perseguição da mulher do governador, o calabouço, o esquecimento por parte dos que ele ajudou, o reencontro com seus irmãos, seu pai, o sofrimento dos eu povo lhe rendeu muitas lágrimas.

"Era uma vez um adolescente - José ainda menino começou a enfrentar a dor e sua alma sofreu todas as manifestações do choro. Com certeza ele chorou de medo, tristeza, depressão, dor saudade, alegria exagerada, raiva e aflição.

No livro de Genêsis 41:50-52 José recebe um alento para a sua alma ao nascer seus filhos ele coloca nomes de conforto - nosso nome significa muito em nossa vida - Manassés - "Que faz esquecer" - Deus me fez esquecer de todo o meu trabalho e de toda a casa do meu pai. Com certeza nessa fase da sua vida ele se esqueceu do momento em que foi vendido pelos seus irmãos, a compra feita pelos ismaelitas, a perseguição sem causa. Nasce seu segundo filho e ele o chama: Efraim - "fiél" e ele proclama: Deus me fez crescer na terra da minha aflição. Nesse instante José está agradecido, pois esqueceu os sofrimentos do passao e agora quer comemorar a vitória que teve em terra estranha. Ele diz em alto e bom tom: Deus me fez prosperar - Ele não arroga pra si esta condição de vitorioso, nada disso, ele agradece a Deus, continua proclamando e reconhecendo as misericórdias de DEus que o fez próspero nas terras da sua aflição.

Não posso perder a oportunidade de dizer que você deve olhar para a frente e esquecer as coisas que ficaram para trás. Isso mesmo, esqueça as feridas, as dores, as perseguições, as provocações, humilhações e dissabores que você passou. Olhe para a frente e veja como Deus te abençoou, dando-lhe condições de sair vitorioso, exatamente, onde você enfrentou a maior luta da sua vida. Não precisa correr, mudar de lado, de cidade, de estado, nada disso, levante a cebeça, enfrente e seja Feliz.

O choro de expresar uma profunda dor egocêntrica (Gn 42)

Neste texto vamos ver os sinais das feridas emocionais. Será fácil a identificação deles, possivelmente você já tenha os enfrentado.

No versículo 7, José coloca uma máscara, está cara a cara com seus irmãos, mas não se revela, querendo se proteger, e consequetemente, "mostrou-se estranho para com eles" e rancorosamente ele os afronta, acusa, e os divide. Ele se lembra do seu sonho, e asperamente trata-seus irmãos, na verdade ele ainda está ferido, preciso ter a sua alma curada, por isso, ele se aproveita e tira vantagens de seus indefesos irmãos.

Então podemos considerar este com um grande sinal, o fato de usar uma "máscara" (v.7) para se esconder. Outro sinal é "falta de perdão" (v.7) o que o torna áspero, duro, contudente e amargo. Vemos ainda a latente em seu cérebro a "lembrança do passado"(v.9), passado de dor, lágrimas, sentimento de perda, angústia. Com isso parte para a "acusa"(v.9). Tem gente que na hora da dor, acusa, sai falando impropérios desmedidos. Outro sinalizador é a "rejeição" (v.12). Esta forma de fuga é prejudicial. Cria "demandas" entre os envolvidos, colocando um com o outro e mais essas pessoas precisam se humilhar diante dele para que ele os reconheça (11-16). E por fim "faz os outros sofrerem" ( vs 17-20,24).

Paulo, o apóstolo, lidando com estas questões do emocional da alma definiu bem esta tristeza, quando ele fala em II Cor 7:10 - Porque a tristeza segundo Deus opera arrependimento para a salvação, da qual ninguem se arrepende;mas a tristeza do mundo opera a morte". Não precisamos nos alongar em explicações, Paulo diz que existe uma grande diferença entre tristeza "segundo Deus", com isto aprendemos que em alguns momentos nossa alma se entristeçe, mas o efeito é passageiro, choramos e limpamos a nossa alma, perdoamos e seguimos em frente, "a tristeza segundo o mundo opera a morte". Ela te mata e você não percebe. Algo te corrói por dentro e existe dentro de você um sentimento de morte o tempo todo, seja para matar ou morrer. Porém, se você orar a Deus ele passará o bálsamo no seu coração e lipará de teus olhos toda a lágrima. A tristeza segundo o mundo é letal pois os seus ingredientes são: concentração em si mesmo, remorso, separação, afastamento, torna-se pesado para si mesmo e para os que o cercam, causa danos com seu espírito crítico e até destrutivo da pessoa. a tristeza segundo Deus ela desfoca a pessoa de si mesmo ele coloca todas as suas dores nos braços do pai, o arrependimento - (grego - metanóia; hebraíco Shuv - nas duas línguas dão o sentido de "fazer meia volta ou conversão"), não há separação, mas pessoa interage, quer estar perto do ofensor tentando mudar o quadro, salvar o que puder, está sempre aliviado e aliviando com palávras dóceis e animadoras, e aind apor fim trás bons resultados.

Nosso próximo texto abordará o seguinte tema : O choro de amor e dor misturado; e ainda apresentaremos considerações sobre os seguintes temas: O choro de liberar a dor; O choro da alegria e da reconciliação; O choro de matar saudades; o choro do luto e vou encerrar com O choro de reconhecer quanto havia ferido seus irmãos.

Com isso encerraremos esta sessão de estudos sobre O choro de José.

sábado, 30 de janeiro de 2010

Igreja AD em Ourinhos comemora 64 anos


Ourinhos (SP) - Ao completar 64 anos de fundação,14º aniversário do novo templo e 25 anos de pastorado do pastor Dorival Gonçalves de Morais , a igreja Assembléia de Deus - Ministério do Belém em Ourinhos se consolida como um marco para a história da denominação. Sua característica marcante são os seus fiéis, um povo destemido e lutador, como exemplo podemos citar os obreiros, circulo de oração, mocidade, grupos de louvores, adolescentes e irmãos que ali congregam. A abertura oficial da programação foi realizada nesta quinta-feira, 28, no templo sede da Rua Santa Catarina.

A solenidade de abertura das festividades contou com a presença do presidente da Convenção Geral das ADs no Brasil e do ministério do Belenzinho (SP) pastor José Wellington Bezerra da Costa, e de seu filho o presidente da AD Campinas pastor Paulo Roberto Freire da Costa e ainda diversos pastores da região e muitos convidados.

Neste culto houve a participação efetiva da igreja com banda regional, grupo do círculo de oração, juventude unida e ainda um coral com aproximadamente 1000 vozes. A mensagem da Palavra de Deus ficou sob a responsabilidade do presidente do ministério pastor José Wellington que parabenizou a igreja e o pastor Dorival, líder do movimento pentecostal na cidade.

As atividades de comemoração terão continuidade na sexta, 29, e no sábado dia 30 o pastor de Baurú, Arnaldo Belchior, ministrará a mensagem da palavra de Deus , já no domingo dia 31 o pastor mariliense Elandi Mariano será o pregador.

Curso de Formação Missionára de graça

“Porque é impossível ficarmos indiferentes à necessidade espiritual de grupos humanos, nas pequenas cidades, nos sertões, nas aldeias, neste país e em outros. Milhares de vidas não tiveram a oportunidade de ouvir falar de Cristo. Não é que nunca quiseram ouvir. É que falta gente para obedecer ao IDE de Jesus. Alguém que renuncie a interesses próprios e chegue até eles, levando-lhes a perfeita e doce mensagem do evangelho. "Todo coração sem Cristo é um campo missionário." Se você decide-se a alistar-se nas fileiras do Supremo General, deseja apresentar-se a Ele, "(...) aprovado como obreiro que não tem do que se envergonhar, e maneja bem a palavra da verdade."

Muitos são vocacionados, mas esbarram na situação financeira que os impede de frequentar um curso de formação na área de missões. Eu entendo e gostaria que todas as instituições de formação missionária oferecessem seus cursos gratuitamente para alavancarmos um movimento missionário brasileiro de muito maior amplitude, para alcançarmos Jerusalém, Judéia, Samaria e os Confins da terra.

Nosso material é bem elaborado e dentro dos padrões estabelecidos por Deus.

Nossa visão é: treinar homens e mulheres que queiram compromisso com Jesus Cristo e com Seu Reino, afim de que Seu nome seja proclamado às nações.

Nosso Alvo: Disponibilizar nossos recursos didáticos ao maior número de pessoas.

Nossa Metodologia: O Curso de Formação Missionária funciona de 02 (duas) formas: *Presencial e *Em ambiente Virtual, através de uma plataforma educacional e-learning, onde o aluno quando matriculado terá acesso restrito ao conteúdo programático, testes e avaliações. Podendo contar com a ajuda do Tutor da sala para tirar dúvidas e esclarecimentos, além de participar de fóruns com outros alunos. Dispomos também de uma biblioteca virtual para pesquisas. Na verdade o aluno não estará sozinho, uma equipe de homens e mulheres com experiência teológica e missionária estarão dando o suporte necessário.



Quais os requisitos para se inscrever?

1- Ter chamado

2- Ser membro de uma Igreja Evangélica

3- Estar disposto a completar o curso até o final.

OBs.: caso o aluno não complete o curso ou não responda os questionários, sua inscrição é imediatamente cancelada. O mesmo não terá como voltar e solicitar nova inscrição, o próprio sistema rejeita. Por isso é bom que o aluno tenha certeza do que ele quer.



DURAÇÃO: O aluno tem um prazo de 06 meses para concluir com efeito todos as disciplinas, podendo concluir antes, dependendo da disponibilidade de cada um. Por exemplo, são oferecidas 14 disciplinas no curso de FORMAÇÃO MISSIONÁRIA. O aluno só poderá fazer uma disciplina por vez. Quando ele concluir uma disciplina a outra será automaticamente liberada.



SÃO AS DISCIPLINAS:



1- EVANGELISMO E DISCIPULADO

2- MÉTODO DE ESTUDO BÍBLICO

3- INTRODUÇÃO BÍBLICA

4- HISTÓRIA DE MISSÕES

5- MISSÕES URBANAS E TRANSCULTURAL

6- HOMILÉTICA

7- VIDA DO APÓSTOLO PAULO

8- HERMENÊUTICA

9-LIDERANÇA CRISTÃ

10- ANTROPOLOGIA MISSIONÁRIA

11- MISSIOLOGIA EM ROMANOS E EM EFÉSIOS

12- CARÁTER E VIDA CRISTÃ

13- GUERRA ESPIRITUAL

14- PLANTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE IGREJAS”



Pr. Jean Aguiar

Fundador e diretor do CETEM



Visite o site do CETEM: http://www.cetemnatal.com.br/tmp/



O CETEM oferece ainda outros cursos, presenciais e online, nas áreas de teologia e missiologia.


sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Presidente da convenção de ministros das Assembleias de Deus é homenageado

28/01/2010

Maíra Soares

O presidente da Convenção de Ministros das Assembleias de Deus do Estado de São Paulo e Outros (Comadespe), pastor José Ezequiel da Silva, recebeu ontem o título de Hóspede de Bauru das mãos do prefeito Rodrigo Agostinho (PMDB). A entrega da homenagem aconteceu durante o evento que reúne 2.500 pastores da Assembleia de Deus no Recinto Mello Moraes e segue até domingo juntamente com as comemorações dos 14 anos da Igreja Missionária em Bauru.

O vereador Roberval Sakai (PP) justificou a homenagem ao presidente da convenção. “Ele é um dos fundadores da convenção e nosso presidente há muitos anos. É uma pessoa idônea, do bem, que nos representa no Estado de São Paulo e até em outros países”, afirma.

O pastor, de 92 anos, que preside a Igreja no município de Taubaté, no Vale do Paraíba, agradeceu a homenagem. “Foi super importante. Marca meu retorno à cidade, que visitei em 1942 quando era militar e servia na 2ª Guerra Mundial. Agora conheci o prefeito e pude ver o desenvolvimento da cidade”, comenta.

A Comadespe e as comemorações do 14º aniversário da Igreja Assembleia de Deus Missionária de Bauru começaram na última segunda-feira e seguem até domingo no Recinto Mello Moraes. Durante o dia são realizadas reuniões restritas aos pastores que discutem assuntos de ordem doutrinal e administrativa da Igreja.

Todas as noites, às 19h, são realizados cultos abertos à toda a população. A cantora Nayara Rangel, de Palmas (TO), e do Quarteto Adoração, de Uberaba (MG), participarão das comemorações. A entrada é gratuita. Informações pelo telefone (14) 3227-7921.

Fonte original: http://www.jcnet.com.br/detalhe_geral.php?codigo=175467

Prefeito de Pirajú, Francisco Rodrigues recebe pastor Paulo Freire


Diversos pastores e políticos da região ouviram a palestra sobre o crescimento da denominação e conheceram o Projeto Cidadania AD São Paulo.


O Pastor Paulo Roberto Freire da Costa, 54 anos, presidente do Conselho Político Cidadania AD São Paulo e da Igreja Assembléia de Deus de Campinas, esteve na tarde desta quinta-feira, 28, no Templo da Igreja Evangélica Assembléia de Deus Ministério do Belém na Avenida da Saudade na Estância Turística de Piraju, região de Avaré, a convite do pastor presidente da denominação na cidade, Eloísio Viana.

Pastor Paulo Freire ministrou uma palestra sobre o projeto Cidadania AD São Paulo com a presença do Prefeito de Piraju, Francisco Rodrigues, 83, do Presidente da Câmara Municipal Doutor João Fernando José, do vereador evangélico e membro da igreja na cidade Rubens Alves de Lima, vereadores de Piraju, políticos da região e pastores das redondezas.

Pastor Paulo Freire apresentou a estratégia para o fortalecimento político social do ministério e denominação no âmbito estadual.

O prefeito municipal, Francisco Rodrigues (PP) muito ativo, agradeceu ao pastor Paulo Freire pela presença e notando a força social da igreja pediu que "no caso dos candidatos assembleianos terem votos na cidade, que eles trabalhem em pról dos evangélicos e comunidade , trazendo verbas e benefícios para o município"

Já o pastor Eloísio Viana, incentivador do Projeto Cidadania AD São Paulo, disse aos presentes que "o nosso ministério está instalado em todo o estado e o contato com nossos líderes é direto, pois cada pastor é um representante da igreja na sua cidade, com isso, sendo o ele o elo de ligação entre a comunidade e a liderança estadual"

Estiveram presentes ainda os pastores Marco Antonio Mortean ( Presidente do Conselho de Pastores) e esposa Débora Mortean (Igreja Quadrangular da avenida São Sebastião), João Batista (Igreja Presbiteriana), Pastor Alair ( Terceira Igreja Quadrangular), Pastor Messias (Assembléia de Deus Madureira) e Pastor Antonio Peixoto (Assembléia de Deus de Ipaussu).


Prefeito Francisco Rodrigues, Pr Paulo Freire e Pr. Eloísio Viana

Gesiel Freitas bem vindo

Pastor Jesiel, sempre bom estar junto com você. Obrigado por estar acompanhando nosso trabalho.

faça desta página a sua página.

Deus te abençõe e seja muito próspero nesta bonita cidade de Itajobi e também pelo seu trabalho na Jovem Pan Sat -

Um abraço ............Repita...............Um abraço (rssrsrsrsrsr)

Digite aqui o resto do post

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Pastor José Welington prega em Campinas

Reunião envolvendo o ministério, dirigentes de congregação e agentes políticos trouxe resultados positivos para a cidade

O Auditório Luiz Session, instalado no Hotel Vila Rica, a 1000 metros do templo-sede da AD Campinas, ficou pequeno para as mais de 400 pessoas que lotaram o salão, por ocasião da vinda do pastor presidente do Ministério e da Confradesp - Convenção Estadual das Assembléias de Deus no Estado de São Paulo, José Wellington Bezerra da Costa que esteve acompanhado de sua esposa irmã Vanda Freire da Costa e do pastor setorial de Atibaia, Lelis Washington Marinhos.

Pastor José Wellington se surpreendeu com o número de obreiros, dirigentes de congregações e do ministério que estava presente no recinto e o ambiente que era de clima espiritual-pentecostal.

O cantor Emérson Pedrosa ministrou louvores e neste instante o recinto foi permeado pela unção e os irmãos glorificavam a Deus.

O Evangelista Cristiniano Fernando, supervisor da região de Souzas, disse que "a reunião estava com clima bem espiritual".

Pastor José Wellington ministrou uma palavra de ânimo aos obreiros afirmou: "Esta igreja tem uma história registrada nos anais do nosso ministério do Belém"

Referindo-se ao pastor Paulo Freire, presidente da AD Campinas ele se expressou da seguinte maneira: Desde que o Paulo chegou aqui ele está escrevendo algumas páginas da igreja de Campinas" .

Falou do crescimento da igreja e do trabalho coeso que é desenvolvido pelo corpo de obreiros na cidade. Pediu que o ministério se enganjasse nos desafios deste ano e encerrou dizendo:"Nós reconhecemos que sózinhos nada fazemos, mas com ajuda de Deus e a cooperação dos senhores, nos empolgamos e saltamos muralhas"

Logo em seguida falou das comemorações do Centenário da AD no Brasil e disse que pretende encerrar estes festejos, que já estão acontecendo em todo o país e será finalizado no Belenzinho com a inauguração do novo templo-sede que está sendo construído na avenida Radial Leste.

Após uma oração ele se retirou, pois com o tempo chuvoso ele precisava retornar a São Paulo para iniciar o culto e admoestou: "vocês sabem no Belém 7 horas são 7 horas e horário de encerramento é as 9 hs, lá não pode passar do horário. Mesmo assim na saída ainda teve tempo para algumas fotos com irmãos que o esperavam no saguão do hotel.

A reunião continuou e o pastor Daniel Reis apresentou a agenda da Comissão Política para o primeiro bimestre de 2010.

O vereadores Val de Jundiaí e o vereador Professor Alberto, Campinas, também compareceram e tiveram a oportunidade para falar ao plenário

União estável enfrenta resistência dos religiosos

Ativistas LGBTs apostam em decisão favorável do Supremo

Luciana Abade
BRASÍLIA

As organizações não governamentais que lutam pelos direitos dos homossexuais não acreditam que o Projeto de Lei 4914/2009, do deputado José Genoíno (PT-SP), que prevê a união estável entre pessoas do mesmo sexo, será votado em um futuro próximo. Por isto, elas apostam no julgamento, previsto para os próximos meses no Supremo Tribunal Federal (STF), da Ação Direta de Inconstitucionalidade 4277, proposta pela Procuradoria Geral da República que prevê a união estável homoafetiva.

A pouca expectativa na aprovação do PL consiste, segundo os ativistas, no trabalho de convencimento junto aos parlamentares feito pelos religiosos para que o projeto não seja aprovado.

Presidente da Frente Parlamentar Evangélica, o deputado João Campos (PSDB-GO) confirmaqueos integrantes da Frente são contrários à aprovação do PL porque entendem "que o projeto vai contra o fortalecimento da família, que é uma das principal bandeiras da frente".

Segundo a Convenção Geral das Assembléias de Deus do Brasil, os evangélicos são contra a união estável entre homossexuais porque ela fere dogmas da religião.

- Não discriminamos os homossexuais - garante o secretário de Comunicação da Convenção, pastor Antônio Mesquita.

- Mas acreditamos que a união HOMOSSEXUAL vai contra os princípios bíblicos e contra a lei da natureza. Deus fez o homem para casar com a mulher.

Na opinião de Mesquita, mais que garantir os direitos homossexuais, projetos como o 4277 visam ferir os direitos das pessoas de defenderem seus princípios religiosos.

Tanto Mesquita quanto Campos não concordam com a alegação de que a falta de união estável causa problemas com divisão de bens, heranças ou até pensão alimentícia.

- Patrimônio é uma questão de direito que não cabe à nós. Duas pessoas, independentemente de serem ou não do mesmo sexo, podem adquirir bens em conjunto - argumenta Mesquita.

Já Campos acredita que a matéria não é votada pelo parlamentares "porque não é prioridade para a sociedade".

Na semana passada, a Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) veio a público se manifestar contra a Programa Nacional de Direitos Humanos, que prevê a criação de leis que permita a união estável.

A Comissão em Defesa da Vida do Regional Sul 1 da CNBB resolveu manifestar sua indignação contra o programa por meio de panfletos, nos quais o presidente Luiz Inácio Lula da Silva é chamado de novo Herodes por apoiar o programa. O panfleto cita um trecho bíblico onde o homossexualismo é considerado uma abominação e repudia o apoio de Lula: "Lula o enaltece (o homossexualismo) como direito humano, privilegiandoo com adoção! Que Brasil teremos no futuro? Cheio de abominações? ", indaga um dos trechos do panfleto.

Fonte: Jornal do Brasil

domingo, 24 de janeiro de 2010

237 escolas com aulas de religião evangélica mostram influência do culto

por PATRÍCIA JESUS E RITA CARVALHO

Há 20 anos, evangélicos tinham apenas quatro turmas. Mas, só do ano passado para este, passaram a estar em mais 34 escolas

Há já 237 escolas públicas com aulas de educação moral e religiosa evangélica. Mais 34 do que no ano passado, diz Isabel Pinheiro, presidente da Comissão para a Acção Educativa Evangélica (Comacep). No total são 256 turmas e perto de dois mil alunos que optaram por ter aulas dadas por um professor de denominação evangélica. Este é apenas um dos sinais da crescente presença dos evangélicos na sociedade portuguesa, que está a preocupar a Igreja Católica.

"Temos mais turmas do que no ano passado e cerca de 20 escolas ainda por resolver, por causa de dificuldades na colocação de professor, já que ninguém aceita fazer isto por dinheiro", garante Isabel Pinheiro, explicando que um professor de religião evangélica recebe 30 euros por mês, por leccionar uma hora por semana.

Uma dificuldade que não tem impedido o crescimento: há 20 anos, quando começaram nas escolas públicas, tinham apenas quatro turmas. O dinamismo é uma imagem de marca: usam cartazes atractivos para promover a disciplina e quando o número de alunos é inferior a dez (o mínimo para formar uma turma oficial) a Comacep não desiste: propõe a realização de actividades de enriquecimento curricular.

Os cerca de dois mil alunos estão longe dos mais de 250 mil inscritos em Religião e Moral Católica (dados de 2008), mas além destas duas religiões existe apenas outra confissão: os baha'i, que estão presentes numa escola em Guimarães. Dado que atesta bem a influência social que as igrejas evangélicas já têm em Portugal.

Para a responsável, as aulas não são um espaço de evangelização mas sim de debate dos valores cristãos. "Temos alunos ateus, agnósticos ou até alunos que eram católicos, embora não sejam a maioria", explica. A maioria são crianças cujos pais seguem uma das confissões que fazem parte da Aliança Evangélica. "Há pequenas diferenças entre estas denominações, sobretudo na forma, mas todas estão agregadas na Aliança e têm uma declaração de fé única", explica.

O aumento de turmas evangélicas exprime bem a dimensão que estas igrejas ganharam nas últimas décadas. As únicas estatística oficiais são as dos Censos, em que não aparece a designação evangélicos, levando os membros da Aliança a dividirem-se por "protestantes" e "outras religiões cristãs". Mas a Aliança estima que tenham 250 mil membros e outros tantos "aderentes", incluindo-se aqui simpatizantes e crianças, só baptizadas na idade adulta. Estão em todo o território, possuem mais de 1500 locais de culto, 900 ministros, 12 escolas e uma rede social com mais de 60 instituições.

Há 20 anos, o número de fiéis andaria pela metade, estima António Barata, pastor e historiador das comunidades protestantes. "Começaram a crescer nos anos 50, mas nos anos 90 houve um grande aumento com a chegada dos imigrantes", disse ao DN, explicando que estas igrejas se disseminam por células que se vão autonomizando. "Crescem de forma biológica, ou seja, pelas famílias que educam os filhos na fé, mas também à custa da imigração e de crentes de outras confissões, como os católicos", acrescenta o historiados.

A Igreja Evangélica Maranata, por exemplo, chegou a Portugal trazida por brasileiros e hoje os fiéis são maioritariamente portugueses, explica a socióloga da religião Helena Vilaça. O testemunho da conversão dos crentes, o espírito de entreajuda e de pertença, bem como o aumento da liberdade religiosa, ajudam a explicar esta expansão.

O facto de as igrejas evangélicas não obedecerem a uma estrutura hierarquizada potencia esta disseminação, explica Samuel Pinheiro, presidente da Aliança Evangélica. "A dinamização e a iniciativa são mais produtivas, pois cada comunidade vai ao encontro das necessidades locais", acrescenta.

A Igreja Católica está preocupada com este fenómeno, reconhece Manuel Morujão, porta-voz da Conferência Episcopal. "As paróquias deviam ser esta comunidade de relacionamento próximo e personalizado. Mas é natural que nas comunidades mais pequenas haja esta vantagem", disse.

Para repensar a pastoral da Igreja, ou seja, a forma de transmitir a mensagem à população, foi criado recentemente um grupo de reflexão que apontará caminhos e soluções.

post original: http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1477436

sábado, 23 de janeiro de 2010

O glorioso evangelho e a fragilidade de seus anunciadores

"Temos, porém, esse tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus e não de nós" II Cor 4:7

Quando o apóstolo Paulo usa essa expressão ela está nos dando uma lição maravilhosa. Lição esta, que muitos "teólogos da atualidade", graduados ou até mesmos os que se intitulam, não gostam de considerar.

Paulo, o grande apóstolo está explicando que nós temos um tesouro, isso significa, que somos ricos, temos muito, não nos falta nada, garantia de viver com sobra. Se você me permite eu quero nominar esse tesouro como nossas aptidões naturais aliadas ao nosso conhecimento.

Sabe aquilo que você é prático e por fim estuda, se esforça e consegue superar seu colegas de turma, amigos de classe, bancada, enfim, alguns consideram você: 'bom no que faz".

No reino de Deus temos excelentes oradores, homens que usam uma tribuna com uma facilidade e que ficamos nos perguntando: Como ele consegue? A explicação é simples: Dom de Deus e esforço próprio no sentido de fazer o melhor para DEus.horas de leitura a fio, consagração, jejum e oração.

Paulo continua nos ensinando que este tesouro está em vaso de barro. Barro não tem querer. Barro não tem vida própria.

Um barro para ser vaso precisa ser pisado, amassado e amaciado. Após a escolha do barro que não pode ser qualquer tipo, tem que ser especial, passa pelo processo do pisamento, para que saia todo o ar e as pedras misturadas ao barro

Em seguida, vem o processo de decantação que é aquele tempo em que ele fica num canto para a massa poder dar a sua liga natural.
Aí, então ele vai para a mão do oleiro que faz desse barro o que ele bem entender.

Trazendo isso para as nossas vidas. Deus nos escolheu, em meio de bilhões de células. Eu e você saímos vencedor da nossa primeira luta, que foi a do nascimento.Uma vez escolhidos, começamos a passar pelo processo de formação. Como barro escolhido, somos envolvidos pelo oleiro, que nos amassa, mistura com água (símbolo do Espírito Santo) e começa a nos pisar, somos esmagados no último, com esse processo sai todo o ar, que na nossa vida significa o "eu", a soberba, o nariz empinado, o orgulha. sabe aquela pessoa que ao falar diz: Graças a mim. Louvado seja eu. Essa ainda não passou po esse processo.

Após estarmos pisoteados, esmagados somos colocados de canto. Esse tempo dói tanto quanto o da pisada. É o tempo de Deus na nossa vida. Você quer pra hoje e Deus te diz: Espera. Dá impressão que todos te esqueceram. Nínguem se lemra de você. Engano seu: Deus está trabalhando no silêncio.

Passado esta fase você ressurge das cinzas. O oleiro pega o barro e o mistura com palha para dar mais firmeza. Esta mistura significa: Comunhão com os irmãos.

Agora você está pronto para ir novamente para as mãos do oleiro e ser transformado em um lindo "vaso de barro" e ser cheio dos tesouros de Deus: os dons.

Tinha um colega de juventude, do tipo: Louvado seja eu. Ele batia no peito e dizia: Graças a Deus eu tenho os 9 dons. Aquilo me intrigava, discutiamos várias vezes, o tempo passou as notícias que tenho é que este rapaz se esfriou na fé e com o tempo observou que o seu orgulho lhe foi muito prejudicial.

Paulo quer nos ensinar que Deus nos deu algo excelente: A missão de pregar o evangelho de Jesus a toda a humanidade com muita humildade. Lembrado que é o dom gratuíto de Deus - a graça e a misericórdia dele é que nos capacita para sermos seus embaixadores. Ele se coloca na posição de vaso de barro, pequeno, frágil, porém com uma capacidade incrível de guardar um tesouro indestrutível.

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Caravana de Campinas viaja hoje com destino ao Vale do Jequitinhonha

Será realizado o trabalho de ação social, evangelismo pessoal e cruzadas evangelísticas

Cerca de 40 irmãos voluntários estarão saindo hoje, sexta 22, do templo sede da AD Campinas com destino ao Vale do Jequitinhonha para desenvolver um trabalho de ação social e evangelismo pleno.

A secretaria de missões da igreja – Missões Ceifa dirigida pelo presbítero Enoch Tiburtino está á frente deste trabalho. “Esta ação é realizada há 6 anos e desta vez está sendo levado em média 27 toneladas de mantimentos dividido em 350 cestas básicas, roupas, móveis e utensílios domésticos” explica o pastor e auxiliar da Missão Ceifa, João Ramos.

A base do trabalho será a cidade de Itinga, mas se estenderá para os municípios de Jacinto, Jacaré e Comercinho, todas estas cidades encravadas no sertão mineiro.

Segundo pastor João Ramos haverá o trabalho de evangelismo pessoal, de casa em casa. “Na medida que as famílias recebem a visita do evangelizador são notadas as deficiências e aí nós procuramos ajudar na medida do possível” destaca.

Durante o dia são realizadas as visitas e a noite as cruzadas evangelísticas . A equipe vai permanecer no Vale até o dia 29.

Curso intensivo de desenvolvimento comunitário para pastores, obreiros e líderes

Acontece em Natal, no Rio Grande do Norte, de 25 a 29 de Janeiro, o Seminário Intensivo de Desenvolvimento Comunitário (SEDEC). O evento será no bairro Felipe Camarão e "visa despertar as lideranças locais para a tarefa de transformação das comunidades empobrecidas trazendo o Reino de Deus em toda sua plenitude, e equipando líderes ao ministério de desenvolvimento integral".

O SEDEC é um curso intensivo de uma semana direcionado a organizações, igrejas e indivíduos que desejam atuar na área de desenvolvimento comunitário e missão integral.
Com 50 vagas e carga horária de 60 horas/aula, o programa do SEDEC possui duas "etapas": a teórica e a prática. Na área teórica do curso serão tratados os seguintes temas: "Cosmovisão Cristã e Transformação"; "Base Bíblica da Ação Social Cristã", "Princípios de Desenvolvimento Comunitário", "Os pobres de Deus - uma breve análise bíblica sobre os pobres", "Tipos de Ajuda", “Espiando a Terra – conhecendo a comunidade”, entre outros. A área prática, que ocupa aproximadamente 40% da semana é o Projeto Semente, uma ferramenta de planejamento de pequenas intervenções de serviço prático na comunidade. Os estudantes do curso são divididos em grupos de até 10, e ensinados a efetuar o planejamento nos moldes do Projeto Semente/PDA. A seguir eles devem axecutar o projeto nas comunidades do bairro.
O SEDEC tem o objetivo de "capacitar lideranças locais para a tarefa de facilitar a transformação de comunidades carentes, equipando as pessoas chamadas ao ministério de desenvolvimento integral".
Os preletores serão: Mauricio Cunha – Diretor de Programas e Ministério da Visão Mundial Brasil, có-autor dos livros O Reino entre Nós - Transformação de Comunidades pelo Evangelho Integral e Cosmovisão Cristã e Transformação (ambos pela Editora Ultimato); e Marcel Lins Camargo – Diretor do Centro de Desenvolvimento e Assistência Integral (Fazenda Rio Grande - PA), responsavel por inicio e aperfeiçoamento de 17 ministérios em 10 estados brasileiros. O curso é promovido pela Associação de Líderes Evangélicos de Felipe Camarão (Alef) e Visão Mundial com apoio da Igreja Batista Viva e das organizações Cidadania Cristã e RedeFale. Mais Informações com o presidente da Alef, Leandro Silva, por email:leandro_amme@yahoo.com.br <

AD Jundiaí emancipa dois campos: Itupeva e Louveira


O pastor Esequias Soares da Silva presidente da AD em Jundiaí, deu emancipação para as igrejas em dois municípios: Louveira e Itupeva que deixaram de ser congregações e foram elevadas a campo.

A cerimônia de posse dois novos pastores presidentes contou com a presença do presidente do ministério do Belenzinho, pastor José Wellington Bezerra da Costa .

Tomou posse na quarta, 7, em Louveira o jovem pastor e ex-missionário Sérgio Queiroz, que já dirigia a congregação. Louveira conta com aproximadamente 1000 fiéis congregando em 6 igrejas: A sede na Vila da Paz; Jardim Lago Azul; Parque dos Estados; Monterrey; Jardim Cavalli e Estiva.

O pastor José Onório, já está em Itupeva há cerca de 8 anos continuará agora na função de presidente do campo. A igreja está formada de 5 congregações e conta com aproximadamente 800 crentes. A posse foi no dia 8, com a presença do presidente do ministério.

Pastor José Wellington enalteceu atitude do pastor Esequias Soares e se referiu a ele como ”exemplo pelo fato de emancipar dois campos”.

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

No período de carnaval em Campinas terá evento de Clamor e Adoração na praça


Evangélicos realizarão evento de Clamor e Adoração na Praça Arautos da Paz

Nos dias 13,14, 15 e 16 de fevereiro, período de Carnaval será realizado na Praça Arautos da Paz, um evento bem diferente. Trata-se do: “Adoração que transforma”. Um evento que vai mobilizar a classe evangélica em Campinas e Região Metropolitana.

De acordo com uma das responsáveis pelo evento Telma do Lago Lopes, da Igreja Apostólica Novidade de Vida em Campinas “o evento será um dia de clamor e adoração das 10 da manhã ás 22 horas”.

Ela explica que “cada igreja poderá cadastrar um grupo de louvor que irá ter duas horas de participação de adoração ininterrupao. Entra grupo e sai grupo. O louvor não para. Não haverá ministração”.

Neste período de adoração haverá uma tenda de oração onde, necessariamente, “um pastor estará orando por temas específicos, intercedendo pelos pecados do povo” avisa Telma.

A idéia é ter nesse período 3 mil pessoas na praça, para isso ela conta com a adesão dos pastores e das igrejas de Campinas e região.

Telma salienta que “este evento não tem placa de igreja e sim é a mobilização do povo Deus para interceder pelas nossas cidades e pelo povo, alcançando vidas através do evangelismo”

Diversas igrejas estão cadastradas para atuarem no evento e os interessados podem entrar em contato com os telefones: (19) 7806 1916 – Nextel 84*106582 - (19) 3231 6126 - (19) 3231 7095 com Telma Lago ou Cristina Ermi ou ainda pelo email: novidadedevida.cps@terra.com.br;

UnG - Programa de Estudos Religiosos tem inscrições abertas

A Universidade Guarulhos (UnG) continua a receber inscrições para o Programa de Estudos Religiosos e Evangélicos, cujo objetivo é criar um espaço onde pessoas de diversas religiões possam se integrar e participar de atividades. De acordo com a Vice-Reitoria de Extensão, Cultura e Apoio Comunitário, responsável pelo projeto, a ideia é reunir pesquisadores e estudiosos para orientar ações nas áreas de ciências jurídicas, gerenciais, filosóficas e religiosas, sejam elas seminários, palestras, cursos livres de qualificação, entre outras. O Programa tem parceria do Instituto Keynes, do Paraná.

Pessoas de todas as religiões podem ingressar na iniciativa. Para tanto, basta se inscrever no portal da Universidade (www.ung.br). Com a estruturação do núcleo, será distribuído um calendário com as datas dos encontros, os quais poderão ser apenas com pessoas de determinada religião ou de todas participantes, dependendo do tema a ser abordado. O Programa é gratuito.

Curso

Uma das primeiras iniciativas do Programa de Estudos Religiosos e Evangélicos será a abertura do curso de Aspectos Administrativos, Jurídicos e Contábeis das Igrejas, que tem as inscrições abertas no site da UnG. As aulas terão início em março e serão ministradas pelo prof. Gilberto Garcia, mestre em Direito e especialista em Direito Religioso. Estrutura Jurídica de uma organização religiosa; sistemas de governos eclesiásticos; estrutura de governança eclesiástica; responsabilização dos administradores e associados eclesiásticos; e a legalidade de atas e assembléias serão alguns dos temas abordados. No portal há a descrição completa do curso, assim como os valores e formas de pagamento.


Universidade Guarulhos - UnG
Assessoria de Comunicação

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Sociedades Bíblicas Unidas mobilizam-se em prol do Haiti

As Sociedades Bíblicas Unidas (SBU), aliança da qual faz parte a Sociedade Bíblica do Brasil (SBB), estão se mobilizando em prol do povo do Haiti. Nos próximos dias, uma delegação de fala francesa será enviada, através da República Dominicana, para levar parte da ajuda: comida, água e remédios coletados. Num esforço conjunto, as entidades contribuem, antes de tudo, para atenuar o sofrimento da população, levando a esperança contida na mensagem bíblica.

O Projeto de Emergência das Sociedades Bíblicas Unidas para o trabalho no Haiti está dividido em etapas de curto e longo prazo. A primeira carga de alimentos está sendo levada com a ajuda das Assembléias de Deus e da Igreja Evangélica da República Dominicana para o Haiti nesta quinta-feira, 21 de janeiro.

No que se refere à distribuição de Escrituras, a Sociedade Bíblica Canadense prontificou-se a preparar e doar a tradução da porção bíblica e da seleção bíblica que será publicada imediatamente em francês e crioulo. Já a Sociedade Bíblica Americana, além de fornecer os arquivos digitais relativos à porção bíblica, está à frente da campanha de arrecadação de recursos para a causa.

A Sociedade Bíblica do Brasil também está participando apoiando as forças de paz brasileiras locadas no Haiti com Escrituras. “Esperamos com isso trazer esperança e conforto para o povo haitiano” informa Erní Seibert, secretário de comunicação e ação social da entidade.

Além de atender a necessidade imediata de Escrituras para o povo do Haiti há também duas iniciativas de longo prazo que são essenciais para a reconstrução. Uma delas é a reparação do telhado e paredes da Casa da Bíblia. O prédio foi danificado no terremoto e os funcionários não podem usar o local. Outra necessidade será cobrir os custos do funcionamento diário da Sociedade Bíblica.

http://www.sbb.org.br/interna.asp?areaID=101
>

Pesquisa americana mostra que publicidade leva jovens ao vício da bebida

Por Juarez Lima
Apesar de ser feita nos EUA, brasileiros concordam com esta tendência

A Folha de São Paulo em sua edição desta quarta, 20, no caderno C4 – Cotidiano trouxe a seguinte Manchete: Jovem é maior alvo de publicidade de bebida com matéria assinada pela jornalista Claúdia Colucci.

A repórter afirma que a indústria da bebida alcoólica está investindo mais em propagandas dirigidas a adolescentes do que nas voltadas a adultos. A conclusão é de um estudo publicado neste mês no “Journal of Adolescente Health”, que avaliou, durante cinco anos 13.513 campanhas de bebidas em 118 revistas americanas.

O trabalho foi feito nos EUA, há indícios de que no Brasil atinja os mesmos números, isto de acordo com pesquisas da Unifesp (universidade Federal de São Paulo) que mostra que o adolescente se identifica com os elementos da propaganda da cerveja – cores, gente jovem e bonita, mulheres sensuais. Tudo isso dá uma sensação de poder e quem não participa está fora de mundo.

Outro estudo da Unifesp, segundo o jornal, mesmo que ainda não concluído mostra que há muita propaganda de bebida sendo veiculada à tarde, quando a maior audiência é do público infanto-juvenil.

“A industria do álcool está nos enaganando. Ao contrário do seu posicionamento público [de que não há publicidade dirigida a menores de idade], eles estão mirando os jovens por meio de sua propaganda. Eles estão dizendo uma coisa e fazendo outra” disse Michael Siegel, professor de ciências da saúde de Boston University e coautor do estudo, relata a Folha.

De acordo com os pesquisadores as cervejas e bebidas consumidas pelos adolescentes aparecem quatro vezes mais nas revistas direcionadas a este público.

Para a pesquisadora Illana Pinsky, professora da Unifesp, normas de autorregulamentação brasileiras são frequentemente burladas pela indústria no que diz respeito á propaganda de cereveja. Ela declara que “Embora ela não fale do produto em si, aborda os sonhos e o estilo de vidas relacionado ás pessoas jovens e bonitas, às festas, que tudo tem a ver com o jovem”.

O Conar – Conselho Nacional de Autorregulamentação – a pesquisa é desconhecida.
Quanto mais cedo o jovem conhece a bebida mais dependente ele se torna. Estas propagandas são veículo de informação e de formação. Mesmo que através de mensagens subliminares, nas entrelinhas eles acabam levando a juventude ao vício

90º assembleia da Convenção Batista Brasileira começa sexta-feira em Cuiabá

Da Assessoria

Cuiabá sediará pela primeira vez uma assembleia da Convenção Batista Brasileira (CBB), que começa nesta sexta-feira (22) e vai até o dia 26 deste mês no Centro de Eventos do Pantanal. Mais de quatro mil membros de todo o Brasil devem participar deste que é o maior encontro da Igreja Batista, uma das mais representativas denominações evangélicas do país.

Durante a assembleia, será feita uma avaliação das atividades realizadas no ano passado e serão estabelecidos novos projetos e metas para 2010. As questões sociais terão destaque nas discussões. A CBB desenvolve uma série de ações para promover inclusão social. Um exemplo é um trabalho feito na região de São Paulo conhecida como “Crackolândia” que encaminha jovens viciados para casas de recuperação.

Outro tipo de atuação social dos batistas brasileiros é no auxílio a vítimas de desastres naturais, como as enchentes que atingiram vários estados brasileiros nos anos de 2008 e 2009 e os desabamentos na região de Angra dos Reis (RJ) no início de 2010. “A intenção é que esta participação dos batistas brasileiros na sociedade se intensifique cada vez mais”, observou o pastor Sócrates Oliveira de Souza, diretor executivo da CBB.

Segundo o coordenador regional da assembleia, Sírio Pinheiro, o evento é estratégico para as igrejas batistas de Mato Grosso também. “Isso vai resultar num fortalecimento da nossa denominação. Vamos reunir aqui todos os irmãos de Mato Grosso. Eles vão ver o que Deus tem feito no estado e serão impactados”, explicou Sírio.

A Igreja Batista tem hoje cerca de 1,5 milhão de membros e aproximadamente 7.600 templos no Brasil. Em Mato Grosso, são 192 igrejas e 12.300 membros, de acordo com dados da Convenção Batista Centro América.

História

O grupo conhecido como batista surge no ano 1609 em Amsterdã (Holanda). Entre os princípios defendidos por ele está a conversão pessoal de cada crente a Jesus Cristo, o exercício de sua responsabilidade individual, a Bíblia como a única regra de fé e prática, a liberdade religiosa e de consciência e a separação entre a igreja e o Estado.

O início do trabalho batista no Brasil aconteceu no dia 10 de setembro de 1871, quando foi organizada a Primeira Igreja Batista em terras brasileiras.

Já a Convenção Batista Brasileira (CBB) surgiu em 22 de junho de 1907 para servir às igrejas batistas brasileiras como uma estrutura de integração e espaço de identidade, comunhão e cooperação. Atualmente, a CBB é presidida pelo pastor Josué Mello Salgado, da Igreja Memorial Batista de Brasília.


Post Original: http://www.olhardireto.com.br/noticias/exibir.asp?noticia=90%C2%BA_assembleia_da_Convencao_Batista_Brasileira_comeca_sexta-feira_em_Cuiaba&edt=25&id=77652

Jovens evangélicos de Cuiabá vão ajudar desabrigados no Haiti

Um casal de missionários da base da ONG Jovens com uma Missão, Jocum, está na corrida contra o tempo para seguir viagem rumo ao Haiti. Marcelo Araújo é médico e junto com a esposa Fernanda, enfermeira, foi contatado pela base da Jocum em Goiânia (GO) para seguirem com um grupo de missionários que vão auxiliar a base da ONG no Haiti. A Jocum ficou encarregada de organizar a logística das escolas que serão transformadas em abrigos temporários para os sobreviventes ao terremoto.

"Em parceria com igrejas locais, a Jocum Haiti está desenvolvendo um plano emergencial para receber desabrigados. e hoje uma das carências lá é pessoal, principalmente para a questão de gerenciamento, logística. Além disso, como profissionais da saúde também poderemos ajudar nessa área" - afirmou o médico, que é de Rondonópolis mas mora na Capital de Mato Grosso.
De acordo com informações da Jocum, cada igreja pode hospedar de 50 a 60 pessoas em suas instalações. O que, segundo eles, desafogaria os centros de atendimento emergenciais, permitindo mais pessoas serem recebidas. Potencialmente 6.000 pessoas da primeira onda de refugiados poderiam ser atendidas.

Ainda de acordo com Marcelo, não houve tempo de programar a viagem e, com isso, serão necessários recursos, de imediato, na ordem de US$ 7 mil para cada pessoa. "Muitos amigos missionários sentiram o desejo de ir, mas não tem condições porque é um valor alto com pouquíssimo tempo para levantar, e temos que levar em dinheiro, dólar. Sabemos que a necessidade lá é para ontem", disse Marcelo.

O líder da base da Jocum em Goiânia, Mauro Júnior, tem coordenado equipes que se dispuseram a seguir para o país que sofre as consequências do terremoto. De acordo com ele, voluntários do mundo todo estão sendo convocados para ajudar nos meios administrativos e na organização das diversas equipes que já escreveram prontas para seguir para o país. Além de Goiânia, também estão se mobilizando no Brasil as bases de Maringá e Curitiba (PR).

"É muito importante neste momento a Igreja de Jesus estar se envolvendo. Muita gente querer ajudar e não sabe como. A Igreja tem esse chamado para ser parceira e participante da obra missionária, as pessoas precisam despertar e esse é um momento" - disse Marcelo Araújo. Marcelo morou nos Estados Unidos e fala inglês fluente, além de Espanhol e afirma que está preparado para essa missão que Deus colocou à sua frente. O pai de Marcelo, pastor Leolino Araújo, também é médico e casado com a enfermeira íris Borges, mas lamentou não poder seguir para o Haiti devido a compromissos na cidade de Rondonópolis. "Estamos em oração creio que o Senhor está preparando tudo para que nossos missionários tenham condições de ir e servir com inteireza de coração, qu a Igreja possa se levantar nessa como mantenedora contribuindo na vida dessas pessoas que se dispuseram a ir para o Haiti", disse pastor Leolino, que é médico ortopedista no Hospital Regional de Rondonópolis.
Post Original: http://www.24horasnews.com.br/index.php?mat=317292

O que fazer com o Cristo?

"E começaram a rogar-lhe que saísse dos seus termos"........
"E, passando Jesus outra vez num barco para a outra banda, ajuntou-se a ele uma grande multidão, e ele estava junto ao mar" Mc 5:17 e 21

Ao ler estas duas passagens identifico dois povos. O primeiro expulsa Jesus de suas terras, o segundo roga-lhe que ele não saia, que permaneça.
Expulsar Jesus é grave. O mestre faz um milagre, eles assistem de perto, se admiram, mas deixa que a luxúria, os cuidados desta vida o afastem do espiritual.O material suplanta o espiritual.

Neste presente século reconhecemos estas pessoas em nosso convívio.Pessoas que vêm o milagre, gostam, vibram, se alegram momentâneamente, porém quando são chamados a renunciar o "eu" - ego - não conseguem. O evangelho para eles é bom até o momento em que não lhe é exigido nada.

Compromisso com a Bíblia Sagrada, oração, consagração, avivamento, libertação, dízimo, evangelismo, primeiro amor, comunhão bilateral (céu X amor ao próximo), obra social, missões, doutrinas bíblicas ou tudo que se relacione com o "santo", não coaduna com estas pessoas.

Esse grupo cresce no meio do povo de Deus. são pessoas rotuladas, até certo ponto, dentro da sua razão acham que estão certos. Eles não chegam ao extremo de verbalizar a expulsão, mas as suas atitudes extra-igreja compromete todo o "sacrifício"(literalmente) que fazem para servir a Deus.

Pode ser meu amigo leitor que decifre bem este quadro. essa tela no seu abstrato é nítida e você conheçe bem estas pinceladas.

Se posso, te aconselho conheça o outro grupo, saia desta "roda de escarnecedores", egoístas que mascaram a fé. Meu pai na sua simplicidade mineira sempre me disse:"dois sentidos não assam o milho". Esse negócio de querer ser servo de Deus, sem ter a marca do evangelho, marca do compromisso, não dá certo. Ser só por ser; mais um na multidão, de nada adianta.Temos que ser "testemunhas da verdade"

Atualmente temos comunidades para todos os gostos - evangelho da conveniência - Tá me agradando eu fico, pegou no meu pé eu procuro os meus direitos. Vou levando do jeito que dá.

Nada disso, entre no meio da outra multidão . Assuma o compromisso e convide Jesus para ficar com você, na sua casa, na rua, no comércio, na faculdade, no seu namoro e na sua vida como um todo.

Aproveite a sua saúde, o fio de espernça que te sustenta vivo e entregue sua vida a Jesus . Ele te ama e quer ficar juntinho de você, agora você sabe se Jesus pode entrar na sua vida e nela fazer morada.

Abra o teu coração e deixe Jesus dirigir sua vida.Levante a cabeça, seja fiel e Deus te abençoará.

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Confrontos religiosos matam mais de 140 na Nigéria

da BBC Brasil

Mais de 140 pessoas morreram até esta terça-feira, em dois dias de violência entre grupos de cristãos e muçulmanos na cidade de Jos, na região central da Nigéria.

A informação foi dada por religiosos e funcionários de mesquitas que preparam sepultamentos em massa. Até o momento, o número de vítimas não teve verificação independente, e nenhum grupo cristão se pronunciou.

Os primeiros confrontos teriam ocorrido no domingo e ainda continuariam. Há notícias de tiroteios e incêndios em prédios.

Um toque de recolher de 24 horas foi imposto na área, que já havia registrado outros episódios de violência nos últimos anos.

Em 2008, pelo menos 200 pessoas morreram em embates entre muçulmanos e cristãos, e cerca de mil pessoas morreram em 2001.

Região volátil

A atual onda de violência forçou pelo menos 3 mil pessoas a deixarem as suas casas e se alojarem em um acampamento improvisado em uma academia de polícia.

Jos fica no centro da Nigéria, em uma região volátil --entre o norte, de população majoritariamente muçulmana, e o sul, onde a maioria é cristã ou segue religiões tradicionais locais.

Segundo correspondentes, tais choques na Nigéria costumam ser atribuídos a sectarismo.

Mas pobreza e acesso a recursos como terra com frequência estão na raiz da violência.

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Impasse entre pastores termina em realização de culto na calçada

Decisão judicial manteve prédio com portas fechadas na quinta-feira à noite.
Ana Paula Feyh/Da Redação

Novo Hamburgo - Devido a uma decisão judicial, um culto foi realizado de forma diferente na quinta-feira à noite. O pastor da Igreja Batista Filadélfia, no bairro Paulista, em Campo Bom, Neri Makewitz, no entanto, não se deixou abalar com as portas fechadas e conduziu o culto na calçada mesmo, em frente à igreja. Em torno de 50 fiéis o acompanharam durante a celebração. A decisão judicial foi dada porque o ex-pastor da igreja, Sérgio Roberto Camargo, ganhou uma liminar de reintegração de posse do prédio e trocou as fechaduras do local. Ele quer voltar a assumir a presidência e a ser o pastor responsável pelo templo.

Conforme Camargo, o templo foi fechado por precaução. "Estive conversando com a direção geral do Estado da Convenção Batista Nacional (CBN) e pensamos que o culto de quinta-feira poderia dar tumulto. Aos poucos vamos analisando e fazendo o que é melhor para a comunidade", aponta ele, que foi pastor da comunidade por 14 anos. Segundo Camargo, o pastor tem que ser um dos líderes da CBN, e Makewitz, que é pastor na unidade do bairro Paulista desde 2007, não é.

Mas Makewitztem outro ponto de vista. "Ele não podia ter feito isso, pois o templo é da comunidade. O acesso ao culto deveria ser protegido pela lei. E no estatuto da comunidade diz que o pastor deve ser escolhido pela comunidade em assembleia geral." Para Makewitz, o que está em jogo é o patrimônio. "Ele quer dissolver a comunidade aos poucos e ficar com o prédio", acrescenta ele, ressaltando que uma parte da decisão judicial não está sendo cumprida. "O acesso ao templo não pode ser impedido. A comunidade tem 28 anos e foi construída com o dízimo das pessoas".

Conforme o presidente da CBN no Estado, Jone de Oliveira, a situação não deve necessitar a intervenção da convenção, já que está na Justiça. "O que sei é que o Makewitz foi excluído da Ordem dos Ministros Batistas Nacionais (Ormiban) por má conduta", conta o presidente.

O museólogo Gilmar de Oliveira, 36 anos, que frequenta a comunidade há dois anos e meio, conta que ficou surpreso com a situação. "Nunca vi essa pessoa aqui e esse ato é contrário aos princípios que pregamos. Para mim é um desrespeito, uma desordem", diz Oliveira.

Ambos pastores disseram que vão conduzir os cultos de domingo pela manhã e à noite. Makewitz afirmou que irá conduzi-lo dentro ou fora da igreja.


post original:http://www.diariodecanoas.com.br/site/noticias/geral,canal-8,ed-60,ct-609,cd-238708.htm

Reconstrução da Renascer está embargada pela Justiça

Há exatamente um ano, o teto da igreja Renascer localizada no bairro do Cambuci, região central de São Paulo, desabou durante um culto, provocou a morte de nove pessoas e deixou centenas de feridos. Hoje, a reconstrução do templo permanece interrompida por determinação da Justiça.

A reconstrução da igreja chegou a ser autorizada pela Prefeitura de São Paulo em agosto de 2009, mas quatro meses depois o Ministério Público do Estado conseguiu na Justiça a interrupção das obras alegando que a Renascer não atende algumas determinações e "traz uma série de prejuízos ambientais e urbanísticos".

Em nota, a Promotoria aponta a quantidade de pessoas recebidas nos cultos como superior ao indicado pela própria Renascer, além de não respeitar regras que determinam que a igreja "elimine ou atenue o impacto na região, sobretudo quanto ao tráfego".

Procurada pela Folha Online, a assessoria da Renascer afirmou que havia adquirido previamente autorização da prefeitura e que o projeto --ainda rascunhado-- permanece sem concretização final. "Recorrer dessa decisão será ação discutida no tempo apropriado, na Justiça, e após o recesso do Judiciário", acrescentou a assessoria da igreja, em nota.

Para Ana Cláudia Cavalcante, integrante da associação de moradores do bairro, e moradora de uma vila localizada ao lado da igreja, o embargo da obra é considerado uma decisão "positiva". "O embargo foi importante. A gente tem muito medo que aconteçam novos problemas", afirmou.

Apesar da preocupação, Ana Cláudia afirma que não teve sua casa danificada com o desmoronamento da igreja, diferentemente de cinco vizinhos, sendo que alguns deles ainda não tiveram os danos reparados. Esse é o caso de Norma Cristina Ribeiro, 53, que afirma ter reformado a casa da mãe com a ajuda dos irmãos.

"A queda da igreja provocou danos no telhado, na edícula e no encanamento da casa da minha mãe. Precisamos ficar cerca de 30 dias fora de casa e quando retornamos tivemos que fazer nós mesmos os reparos", afirmou Norma, que vive com a mãe de 81 anos, em uma casa aos fundos do templo.

Laudo

Laudo do IC (Instituto de Criminalística) e do LEM (Laboratório de Estruturas e Materiais Estruturais) da Poli-USP (Escola Politécnica da Universidade de São Paulo) aponta que o desabamento da Renascer ocorreu devido a uma somatória de falhas da reforma da estrutura de suporte das telhas, principalmente pela falta de reforços metálicos em uma das tesouras (estruturas triangulares de sustentação das telhas) --a de número 14, especifica o relatório.

De acordo com o documento, houve deficiências na avaliação estrutural, na inspeção periódica ou de conservação e manutenção. Alguns vestígios de falhas no madeiramento da extremidade da tesoura 14 --como a ausência de reforços e sintomas de deterioração-- seriam "visíveis a especialistas da área", mas, mesmo assim, a estrutura não recebeu o reforço necessário.

Na época, o advogado da Renascer, Luiz Flávio Borges D Urso, que também preside a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) de São Paulo, afirmou que o laudo isentava a igreja da responsabilidade pelo acidente.

Fonte: Zoenet com http://www.gospelminas.com/Noticia/1235/obra+da+igreja+renascer+embargada.html

Militar conta como escapou da tragédia em Porto Príncipe

Pastor estava no avião da Missão de Paz que cancelou pouso na capital haitiana no momento em que terremoto destruiu o país

Fernanda Alves

Porto Príncipe - "Foi um livramento de Deus”. Esta é a explicação do fuzileiro naval André da Silva Pinto, 39 anos, para o que aconteceu a ele e mais 130 militares — integrantes da Missão de Paz do Brasil —, que estavam a caminho do Haiti no último dia 12. O voo, que tinha previsão para aterrissar em Porto Príncipe às 20h, horário em que o país foi atingido pelo terremoto, atrasou, e todos escaparam do risco de morrer. André, militar e pastor da Igreja Assembleia de Deus Ministério Reviver, não tem a menor dúvida de que presenciou um milagre.

No momento em que o piloto avisou que não seria possível descer, devido ao tremor, ele estava orando. Com livro religioso nas mãos, lembra de ter lido a frase ‘Deus está perto de ti e quer te tocar’ segundos antes. “Estava me avisando. Quanto terminei de escutar o piloto, me juntei com outros três amigos evangélicos que estavam no avião e oramos. Pedimos proteção para quem estava no Haiti”, lembra André.

>>Resgate e ajuda dos países ao Haiti

Eles desembarcaram na República Dominicana e depois pegaram um avião de volta para o Brasil. Passaram a noite em Boa Vista, Roraima, e só na manhã seguinte o sargento da Marinha descobriu a extensão do desastre no Haiti. “Não pensei que o terremoto fosse tão forte e que tivesse causado tanto estrago. Quando vi pela televisão as imagens da tragédia percebi que Deus tinha me salvo”, conta o pastor, que voltou ao Rio quarta à noite.


Em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, a mulher de André aguardava, desesperada, por notícia. “Deixei ele no aeroporto e vim para a casa. Quando já estava dormindo, minha mãe me ligou e contou o que tinha acontecido. Comecei a chorar e só parei quando escutei sua voz no telefone”, descreve a fotógrafa Andréa Batista Tavares, 39.

Uma pergunta, no entanto, não sai da cabeça do pastor: por que Deus salvou a sua vida? “Isso eu ainda não sei, mas acredito que tenho uma missão aqui. Ele me trouxe de volta para Rio de Janeiro por algum motivo. Acredito que seja para contar aos meus irmãos o milagre que vivi”, teoriza.

Com a sensação de que nasceu de novo, André não está com medo de ir para o Haiti novamente. “Estou contando os dias ansioso. As malas já estão até prontas”, garante ele, que se ofereceu como voluntário para fazer parte da Missão de Paz e se preparou por seis meses para o trabalho.

Brasileiro ficou 5 horas soterrado

Em vídeo dos militares feridos no Haiti, o tenente-coronel Alexandre Santos contou que ficou soterrado 5 horas. “Só mexia os braços, parte do antebraço e a cabeça”, disse ele, salvo após pedir ajuda em inglês e espanhol. O cabo Luis Paulo de Chagas Lima achou que fosse bomba. “A parede abriu. Chegou a cair um ar-condicionado no meu rosto e caí”.

Post Original: http://odia.terra.com.br/portal/mundo/html/2010/1/militar_conta_como_escapou_da_tragedia_em_porto_principe_59135.html

domingo, 17 de janeiro de 2010

Pastor haitiano pede ajuda aos brasileiros

Por Marcia Pinheiro

Em contato com a Sede de Missões Mundiais, o Pr. Jonathan Joseph, missionário da terra no Haiti, resumiu a dor e sofrimento vividos por ele e todos os obreiros e irmãos após o forte terremoto que devastou o país na última terça-feira (12).
Diante de tal sofrimento, é impossível fechar os ouvidos e endurecer o coração. Por isso, Missões Mundiais decidiu receber ofertas para atender às necessidades urgentes de nossos irmãos haitianos. As doações podem ser feitas através da Central do Adotante: (21) 2122-1901. Por enquanto, o número 0800 709 1900 (para ligação gratuita de ofertantes de outros Estados fora do Rio) continua com problemas técnicos.


Quem fizer uma doação diretamente na conta de Missões Mundiais, deve em seguida enviar o comprovante de depósito através do fax: (21) 2122-1911. As pessoas sensibilizadas por esta tragédia devem fazer logo suas ofertas, pois elas serão entregues aos irmãos haitianos, pessoalmente, em fevereiro, pelo Pr. Mayrinkellison Wanderley, Coordenador de Missões Mundiais para as Américas.

O pedido de socorro feito pelo Pr. Jonathan ao Pr. Mayrinkellison, via mensagem de celular, traduz um pouco das dificuldades vividas neste momento por nossos irmãos. “Pastor, por favor, envie um pedido a todas as igrejas do Brasil. Nossas casas, igrejas, hospitais e escolas estão todos destruídos. Não temos internet, água, eletricidade, comida, roupas e medicamentos. Nossas famílias estão passando por dificuldades. Nossos pastores, nossos amigos, nossos irmãos, por favor, nos ajudem”, clamou o pastor.

As equipes de buscas continuam à procura de sobreviventes em meio aos escombros. Milhares de corpos permanecem espalhados pelas ruas. Segundo relatos dos assessores do Ministério da Defesa, há dificuldade de enterrar os corpos das vítimas fatais por falta de espaço e por questões culturais.

Segundo o relato, muitos haitianos são seguidores da religião Vodu e não permitem que os corpos de seus parentes e amigos sejam tocados enquanto não forem concluídos os rituais espirituais. Isso aumenta o risco de doenças.

Não deixe de ouvir o clamor que vem do Haiti. Caso você não tenha condições de fazer a sua oferta, então, ore. Interceda, de preferência, às 15 horas (horário de verão de Brasília), 12 horas no Haiti, que é o horário em que os irmãos de lá costumam se reunir para orar. Publicações


Contribua Banco Bradesco
Ag 1125-8 cc 59000-2

Central do adotante
0800 709 1900
post original http://www.jmm.org.br/index.php?option=com_content&task=view&id=3353&Itemid=275

sábado, 16 de janeiro de 2010

Saiba como não ficar no prejuízo

O capítulo 15 de Lucas é impressionante. Nos ensina lições maravilhosas para o nosso comportamento familiar, espiritual e social.

É o capítulo em que o médico trata das coisas perdidas. Nele apendemos quantas coisas se perdem, a partir de pequenos gestos e situações.

Nos versículos 8 e o 9, Jesus conta a parábola da mulher que perde uma dracma. Ela não tem muito, pelo jeito era uma judia pobre, talvez uma viúva. Ela se vê as voltas de um prejuízo muito grande. Perde uma de dez.

"8 -Ou qual é a mulher que, tendo dez dracmas e perdendo uma dracma, não acende a candeia, e não varre a casa, buscando com diligência até encontrá-la?

9 E achando-a, reúne as amigas e vizinhas, dizendo: Alegrai-vos comigo, porque achei a dracma que eu havia perdido."



Alguém poderia de imediato exclamar: Ela tem mais 9 que falta vai fazer uma. A mulher sabia o valor desta pequena dracma.

Imagine que suas 10 dracmas são: Filhos, casamento,família, amor, fé, esperança, gratidão, objetivos materiais, espirituais e sociais , sonhos e relacionamento com Deus.

A primeira lição que ela me ensina é: Valorizar as pequenas coisas. É sem valor mas é meu, possivelmente, dizia ela! Na atual sociedade alguns possuem muito, e quando o prejuízo é pequeno, ele nem se preocupa em resgatar o que foi perdido.

O que pra você é tão pequeno, insignificante, sem valor, que se perder, na sua classificação, não te fará falta?. Será que não? Que tal você rever seus valores, neste aspecto!

A segunda lição que ela me dá: Não abriu mão dos seus valores. Um filho é um filho. Um casamento é um casamento. Uma família é uma família. Sonhos são sonhos. Aprenda com esta mulher; Não abra mãos dos seus valores. cada coisa no seu devido lugar. Ela buscou uma de déz. Uma heroína. Incansável. as coisas estavam desmoronando, mas ela foi em busca do que se havia perdido. Resolva ser o herói da sua casa.

A terceira lição. Ela acende a candeia. Luz nas trevas. eu aprendo: Não associar a luz com as trevas. Ela não aceitou o caos natural. Quando a luz chega as trevas se dissipam. Imagine tudo escuro quando o facho de luz aparece as trevas vão sumindo imediatamente. Quem sabe você precise acender a candeia no meio da sua vida.

A quarta lição é ainda mais empolgante: Ela se livra de toda a imundícia. Que sujeira está escondida debaixo do tapete da sua vida? Sabe aquele pecado cometido, nínguem viu, só você e fulano sabem e você colocou uma pedra em cima dele. Livre-se de toda a imundícia. Limpe teu coração, tua boca. Não volte para o Egito. Não seja um crente social. Na igreja um santarrão, na rua um embrulhão e em casa um leão. Pare com isso, tire essa imundícia da sua vida e siga bem com Cristo dirigindo suas ações. Tem sujeira demais atrapalhando a sua vida. Crente Denorex, parece que é, mas não é. Suas ações falam muito mal de você mesmo. Cuidado! Você engana a todo mundo, inclusive você, mas a Deus não consegue enganar.

Por fim: Empregue todos os meios - Não meça esforços- Seja diligente. Todos estamos sujeitos a prejuízo. Mas não podemos aceitar o caos natural. Precisamos reagir. Ela me ensina a ir até as últimas consequências. Tenha coragem, não se esmoreça agora. Você perde uma batalha, mas não a guerra. Mesmo que em tom vingativo, e isso não é legal, mas quem riu de você vai ter que te aplaudir. Coragem. levante a cabeça e vá atrás daquilo que você perdeu.

Agora a última lição: Faça festa pela conquista: Celebre. convoca amigos e vizinhos, solte rojões de alegrias, gradeça. Seja Grato. Muito Obrigado. Seja Cordial. Mostre sua felicidade. Não esconda sua alegria. Coloque pra fora sua satisfação. Mande mensagens de otimismo aos seus amigos. Envie torpedos falando da tua abenção. Não economize satisfação. Afinal, você saiu no lucro.

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Mudança de vida

Por Juarez Lima

Conta a história de uma irmã, que sobe ao púlpito para dar o seu testemunho. E junto com ela, grudada em sua saia, vai a pequena filha, uma loirinha de cabelos cacheados, lindinha, á primeira vista um amor de menina.
A mãe empolgada continua descrevendo aos ouvintes que era uma mulher muito “nervosa”, do estilo “pavio curto”, mas que ao encontrar Jesus sua vida mudou.

Enquanto falava a pequena loirinha lhe puxava a saia, como se quisesse falar-lhe alguma coisa, a mãe concentrada no testemunho, desvencilha da pequena, ele insistente, continua, a mãe prossegue dizendo aos irmãos: Queridos por qualquer coisa eu me estressava, hoje sou uma mulher calma, - a menina continua querendo-lhe falar alguma coisa – Ela para o testemunho, e pede para que a filhinha aguarde um pouquinho, tudo isso com muita paciência e calma. Seu testemunho continua e a importunação da filha aumenta. A mãe se descontrola. Pega na orelha da menina e grita: Sua chata não tá vendo que estou dando meu testemunho e você não me dá paz (........................

É meu amigo, a palavra de Deus é clara, quando expressa as palavras de Jesus: “Vinde a mim todos vós que estais cansados e oprimidos e eu vos aliviarei” Mt 11:25.

Muitos estão dentro da casa de Deus, mas ainda não tiveram um verdadeiro encontro com Jesus.

Quando eu falo deste encontro, me refiro á “experiência pessoal com Jesus”, sabe aquele momento em que você entrega sua vida pra Jesus sem reservas. Neste instante, nasce o comprometimento como Deus da obra, e não apenas com a obra.

Na verdade, as pessoas que mais precisam tomar cuidado com isto, são as pessoas que tem alguma atividade na igreja. Isso mesmo, os que se entregam á obra, precisam tomar um cuidado dobrado, para não perderem a referencia da fé.

Isto porque, se acostumam a prestar um trabalho e muitas vezes o fazem para cumprimento de tabela e ao chegarem na Casa do Senhor, não prestam verdadeiro culto a Deus e sim estão ali até mesmo para cumpri um ritual.

Cuidado! Faça uma análise na sua vida. Seu trabalho oferecido a Deus está muito bom, nos limites da responsabilidade, fidelidade e honestidade. Nesta análise, coloque como quesito para seus questionamentos as seguintes perguntas: Para quem estou trabalhando? Estou fazendo para a “glória de Deus” ou para promoção própria? As pessoas que estão á minha volta estão sendo edificadas com meu trabalho? Quem está no controle da sua vida: Você ou Cristo é o dono de sua vida? Meu alvo continua sendo o de convencer pecadores para Cristo ou já perdi esta referência?

Poderia continuar nestes questionamentos, no entanto fique com esta reflexão e mude o que precise ser mudado, melhore o que precisa ser melhorado.

Um abraço em Cristo.

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Pequim coíbe avanço de movimento cristão protestante na China

Reproduzido na íntegra do site:http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,MUL1445077-5602,00-PEQUIM+COIBE+AVANCO+DE+MOVIMENTO+CRISTAO+PROTESTANTE+NA+CHINA.html

Da EFE


Pequim, 13 jan (EFE).- O regime chinês realiza uma dura campanha contra o que considera grupos clandestinos de cristãos protestantes, uma das religiões que mais cresceram no país asiático na última década, com 60 milhões de fiéis.

"Os cristãos na China sempre foram perseguidos", afirmou à Agência Efe, Li Jincheng, um protestante de 46 anos de Shandong. "A qualquer momento um cristão pode ser detido e preso", disse o homem, que já foi detido oito vezes, a última, em dezembro.


Para Li, que diz ser filho de um militar comunista e de uma russa, o motivo da perseguição é claro: "o Governo acredita que os cristãos representam à política ocidental" e que seu último alvo é criar um regime que reúna a "ditadura e a religião".

Embora a China seja um estado laico, sua constituição protege a liberdade de crença, sempre e quando os fiéis se organizam em associações autorizadas pelo Governo do Partido Comunista da China (PCCh, no poder desde 1949).

Para os cristãos protestantes ("Jidu Xin Jiao", em chinês) existe o Movimento Patriótico das Três Autonomias e a Associação Cristã da China, que congregam 20 milhões de fiéis; e os católicos ("Tianzhu Jiao") têm a Associação Patriótica Católica, com 5 milhões.

As chamadas "igrejas domésticas", nas quais os cristãos protestantes se reúnem em casa para ler a Bíblia fora da liturgia oficial se proliferaram nos últimos anos e atualmente reúnem de 30 a 60 milhões de fiéis, entre estes, os dissidentes políticos, segundo diferentes estudos.

Nas últimas semanas, a imprensa noticiou perseguições a dezenas de cristãos e a destruição de suas igrejas, como a de 8 de janeiro em Handan, quando 30 cristãos foram detidos, conforme o presidente da Aliança de Iglesias Domésticas da China, o pastor Zhang Mingxuan.

Desaparecidos desde então, os detidos foram acusados de participar de uma reunião ilegal e submetidos a interrogatórios, disse Zhang ao jornal "South China Morning Post".

Outro episódio ocorreu no dia anterior com um grupo de 14 cristãos na região ocidental de Xinjiang, "porque tinham se reunido de forma ilegal", explicou ao jornal o responsável da delegacia do distrito de Aksu, Chen Xiaolong.

"Recomendamos que participem de celebrações em igrejas com certificado", explicou o policial, que acrescentou que tinham sido libertados.

Em outro incidente, em dezembro, uma igreja protestante em Linfen (Shanxi) que reunia 50 mil fiéis foi atacada por um grupo de pistoleiros, que feriram dezenas e apreenderam bíblias; e em outubro, a igreja de Wangbang, em Xangai, foi fechada.

Segundo o pastor Zhang, que foi detido em várias ocasiões, esta campanha de perseguição de igrejas não registradas iniciou no final do ano passado: "acho que cada vez há mais pessoas indo para estas igrejas e o Governo está se sentindo ameaçado".

Apesar das evidências, um empregado da Associação de Cristãos da China que não quis se identificar disse hoje à agência Efe em conversa telefônica a partir de Xangai que não tinham notícia dos casos: "não sabemos se existem cristãos clandestinos", disse.

A mesma resposta deu hoje em entrevista coletiva o porta-voz de turno do Ministério de Assuntos Exteriores, Jiang Yu, quem disse não saber nada destas detenções de cristãos.

O regime chinês sempre freou crenças que possam escapar de seu controle, como o budismo tibetano e o islamismo, relacionado com minorias étnicas indomáveis, mas também o cristianismo, todas estas com líderes fora de seu território, à exceção das igrejas evangélicas, cuja maioria não responde a hierarquia alguma.

Embora considerem o Budismo e o Taoísmo, com mais de 100 milhões de fiéis cada um, como crenças autóctones, o certo é que Pequim também achatou de forma radical os grupos budistas que, como Falun Gong, tinham chegado a congregar em 1999 mais membros que o próprio PCCh, hoje com mais de 70 milhões de filiados.

O líder da Associação Patriótica Católica, Liu Bainian, afirma que as perseguições religiosas não existem em seu país, mas que, como ocorre em outros Estados, os fiéis devem obedecer à legislação.

O cristianismo foi fonte de problemas na China, como ocorreu entre 1850 e 1864 com a Rebelião Taiping, uma guerra civil contra a dinastia Qing liderada pelo ortodoxo Hong Xiuquan, que foi proclamado novo Messias, e deixou 25 milhões de mortos. EFE

Portas Abertas divulga ranking da perseguição contra cristãos

Por Juarez Lima

Os dez mais







O site Portas abertas publicou neste mês a relação dos países que mais perseguem a igreja.
Para a confecção desta listagem e o ranking dos países, estão classificados pelo grau de intolerância contra o cristianismo.

A pesquisa para se chegar a estes números, constava de 50 perguntas, ligadas diretamente ao aspecto religioso.

A Coréia do Norte, continua figurando em primeiro lugar. Os coreanos consideram as atividades religiosas uma afronta aos princípios do socialismo, e com isso o país lidera no quesito intolerância desde 2002.

O país de Ahmadnejad, o Irã, assumiu o 2º lugar como resultados de ataques a pequena comunidade cristã, passando a Arábia Saudita, que durante oito anos tinha esta posição.

Em 2010, os sauditas caíram para a 3ª posição, não significando que a perseguição diminuiu, e sim que o reino iraniano intensificou sua perseguição contra os crentes.

O islamismo atuou fortemente na Somália e ela ficou em 4º lugar como conseqüência dos ataques ás comunidades cristãs.

Nestes países os cristãos são mantidos em segredo, revelar sua fé significa sentenciar uma perseguição ferrenha. Onde o islamismo impera e está sob a direção de grupos terroristas a situação piora.

Em 5º lugar estão as Maldivas, em 6º Afeganistão, 7º Iêmen e 8º Mauritânia, que está figurando pela primeira vez entre os dez primeiros.

O Laos caiu de 8º para 9º lugar. A igreja no país está em fase de crescimento velado.

No Uzbequistão a perseguição é aberta contra a comunidade cristã, mesmo em 10ª posição, os cristãos sofrem maus tratos com a intenção de voltarem ao islamismo.

Figuram ainda países como Índia, Azerbaijão, Quirguistão, Tadjiquistão, Tunísia e Vietnã. Argélia, Indonésia, Jordânia e Sri Lanka. Todos eles instalados na janela 10 X40.

A presente Classificação de países por perseguição foi produzida com base em eventos decorridos entre 1º de novembro de 2008 e 31 de outubro de 2009. Portanto, os meses de novembro e dezembro de 2009 não foram considerados para esta edição.

Leia mais no seguinte endereço: http://www.portasabertas.org.br/classificacao/




Bem vindo, Magno Manoel

Irmão Magno Manoel, um feliz 2010, com toda a sote de bençãos celestiais para você e sua família.

Bom poder contar com você neste espaço e juntos difundirmos o evangelho da fé
Deus te abençôe e que esta página pode ser edificante para a sua vida.

Pois, aprendeos com Paulo: Tudo para a Glória de Deus. Digite aqui o resto do post

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

TV do Canadá visita CPAD

Terceira maior rede pública do Canadá produz documentário sobre o crescimento dos evangélicos no Brasil

Alian Crevier, conhecido jornalista e apresentador do programa Second Regard da CBC (Canadian Broadcasting Corporation) visitou a Matriz da CPAD no Brasil, para conhecer a estrutura editorial da maior denominação pentecostal do mundo: Assembleia de Deus.

Trata-se da produção do documentário Brasil: um país católico que está se tornando evangélico, previsto para ser exibido na TV canadense no primeiro trimestre de 2010. “O programa é voltado para temas como religião, filosofia, sentidos. Nesse documentário especificamente, mostraremos todos os aspectos do movimento evangélico como cultos, pastores, fiéis”, destaca Crevier.

O editor-chefe do Setor de Jornalismo da CPAD, Silas Daniel, foi um dos entrevistados para o programa. Ele destaca o espaço que o Brasil está ganhando no cenário internacional. “Os estrangeiros estão atentos ao que está acontecendo aqui. O Brasil é de fato, a bola da vez. E eles prestam atenção inclusive para as mudanças religiosas”, declara.

A CBC é o transmissor de rádio e televisão público do Canadá. Em francês, é conhecida por La Société Radio-Canada (Radio-Canada ou SRC). Também pode ser chamada de CBC/Radio-Canada. Ela é empresa do ramo mais antiga do Canadá, tendo sido criada em 2 de Novembro de 1936.

Os interessados no programa podem conferi-lo em francês pelo link: http://radio-canada.ca pesquisando por Second Regard.


Muda ou não muda

Certa vez, um escorpião aproximou-se de um sapo que estava na beira de um rio.

O escorpião vinha fazer um pedido:

"Sapinho, você poderia me carregar até a outra margem deste rio tão largo?"

O sapo respondeu: "Só se eu fosse tolo! Você vai me picar, eu vou ficar paralisado e vou afundar."

Disse o escorpião: "Isso é ridículo! Se eu o picasse, ambos afundaríamos."

Confiando na lógica do escorpião, o sapo concordou e levou o escorpião nas costas, enquanto nadava para atravessar o rio.

No meio do rio, o escorpião cravou seu ferrão no sapo.

Atingido pelo veneno, e já começando a afundar, o sapo voltou-se para o escorpião e perguntou: "Por quê? Por quê?"

E o escorpião respondeu: "Porque sou um escorpião e essa é a minha natureza."

Evangelho, tem o significado na sua essência filosófica de mudança. Evangelho sem arrependimento, não pode ser considerado o evangelho de Jesus. Exemplo, é o apóstolo Paulo, que de perseguidor passou a perseguido.

Tenho lido, estarrecido como qualquer pessoa fica, notícias envolvendo “supostamente pastores” ou membros de igrejas evangélicas.

Quando Jesus nos chamou “das trevas para a sua maravilhosa luz”, nos chamou para vivermos em “novidade de vida”. Então meus amigos, se a pessoa vem para o templo, apenas por vir, porque gosta das músicas que são cantadas, haja visto hoje, muitas igrejas tem uma liturgia fantástica em seus cultos, que as vezes parece apresentações de apoteose e, isso engoda a pessoa de um jeito que ele passa a viver em função apenas de um mito, e não tem o verdadeiro encontro com Jesus.

Alguns, até se intitulam “pastores”. Lembro-me ainda jovem, sempre defendi a bandeira do evangelho, e alguns amigos me chamavam de pastor, sempre lhes recriminei dizendo que não tinha sido chamado para um cargo de tão grande honra, e que talvez, sequer conseguisse ser tamanha a responsabilidade e reverência que tinhamos, eu ainda tenho, pelos grandes homens de Deus.

Já escrevi isto, eu escoltei a um tribunal um marginal, um senhor de 55 anos de idade, durante anos, carregou consigo a credencial de evangelista de um ministério. Se perdeu, sua velha natureza aflorou e ele roubou, matou e cometeu diversos crimes se escondendo atrás de uma credencial. Seu advogado, usou toda a sua eloquência, apresentou as credenciais, daquele que um dia havia dado conselhos há muitos, mas que se perdeu. O jurista tenta convencer a promotoria de que aquele homem havia errado sim, mas num deslize, e que ele merecia uma chance pelos seus antecedentes na fé. A promotoria entendeu que todo o tempo em que aquele homem permaneceu na igreja, ele não passava de um impostor, e ele teve a sua pena aumentada no máximo.

Gente evangelho tem que ter mudança, essa filosofia de que venha como está e permaneça da mesma maneira que veio e com o tempo Deus vai mudando, a de que Deus só quer o coração, são perigosíssimas e não tem fundamento bíblico…

Entrega teu caminho ao Senhor. Espera em Deus e deixe o Senhor mudar a sua vida.

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Rio tem 22 leis para datas comemorativas evangélicas

Os deputados do Rio de Janeiro parecem ter exagerado na dose ao tentar agradar os cristãos, especialmente os de confissão evangélica, com leis de comemorações religiosas.

Dentre os quase 300 dias e as semanas comemorativas existentes no estado, vigoram hoje três dias dos evangélicos em geral, dez dias de igrejas específicas, um pra cada denominação, um "Dia da Bíblia" e outro "Dia da oração". E, como se não bastasse, ainda tem: Dia da juventude evangélica, dia do pastor evangélico, dia do cantor evangélico, dia do capelão evangélico e até dia do dirigente de oração! Foram criados em cerca de 6 períodos legislativos. Mas deixa assim mesmo a pergunta: Será que nossos legisladores não tinham outra coisa mais importante pra fazer? Ou o número crescente de votos evangélicos no estado faz com que o importante mesmo seja ter um bom motivo para agradá-los?

O fato é que, agora, estas datas, somadas a uma dezena de homenagens a outras religiões como espiritismo, judaísmo e umbanda, e outras tantas não religiosas, passarão a integrar uma fonte de consulta única. Foi publicada no Diário Oficial do Poder Executivo do Estado do Rio de Janeiro de 07/01 a Lei 5.645/10, de autoria do deputado João Pedro (DEM), que consolida o calendário.

O autor da lei, ao defender a consolidação de todas as datas em um único calendário, acabou se confundindo. Disse que havia "quatro dias da Bíblia" para argumentar a necessidade de sua iniciativa: "Minha ideia, ao fazer isso, foi mostrar a importância de reunir as regras por temas, o que facilita a consulta, corrige distorções e impede a repetição", disse o democrata, dando como exemplo a existência de quatro dias da Bíblia e "outros repetidos em homenagens a determinadas profissões".

Talvez por tratar "evangélico" e "Bíblia" como sinônimos, o que, em muitos casos, é uma forma de preconceito, o deputado João Pedro equivocou-se. De fato, a repetição acontece com o Dia do Evangélico, três vezes, e tem um dia da Bíblia.

Veja as datas comemorativas do Estado do Rio de Janeiro mais identificadas com as igrejas cristãs, especialmente as evangélicas, acompanhadas de suas respectivas leis:

FEVEREIRO:

09 -DIA ESTADUAL DA EVANGELIZADORA.
Lei nº 4.649, de 29 de novembro de 2005.

MARÇO

10 -DIA ESTADUAL DA CONSCIÊNCIA EVANGÉLICA.
Lei nº 3.262, de 01 de outubro de 1999.

19 -DIA ESTADUAL DA FAMÍLIA.
Lei nº 3.064, de 25 de setembro de 1998.

20 -DIA DA FAMÍLIA.
Lei nº 3.820, de 24 de abril de 2002.

ABRIL

10 -DIA DA IGREJA EVANGÉLICA PENTECOSTAL "O BRASIL PARA CRISTO".
Lei nº 991, de 15 de maio de 1986.

21 -DIA ESTADUAL DE CLAMOR PELA PAZ.
Lei nº 4338, de 27 de maio de 2004.

MAIO

ÚLTIMO SÁBADO DO MÊS DE MAIO - COMO O DIA DA ORAÇÃO.
Lei nº 2199, de 18 de dezembro de 1993.

JUNHO

09 -DIA DA IGREJA TABERNÁCULO EVANGÉLICO DE JESUS “CASA DA BENÇÃO”.
Lei nº 1.200, de 23 de setembro de 1987.

21 -DIA DO CAPELÃO EVANGÉLICO CIVIL E MILITAR.
Lei nº 4.813, de 11 de julho de 2006.

21 -DIA DA EDUCAÇÃO NÃO-SEXISTA. Lei nº 4.904, de 09 de novembro
de 2006.

2º DOMINGO DO MÊS - O "DIA DO PASTOR EVANGÉLICO".
Lei nº 2.887, de 06 de janeiro de 1998.

10 A 17 DE JUNHO - SEMANA DE PREVENÇÃO AO ALCOOLISMO.
Lei nº 2.549, de 09 de maio de 1996.

JULHO

09 -DIA ESTADUAL DA ASSEMBLÉIA DE DEUS.
Lei nº 4.194, de 01 de outubro de 2003.

09 -DIA DO EVANGÉLICO.
Lei nº 1.928, de 26 de dezembro de 1991.

09 -DIA ESTADUAL DA IGREJA UNIVERSAL DO REINO DE DEUS - SEMANA DO EVANGELHO, CUJO PERÍODO COINCIDA COM DIA 09 DE JULHO (DIA DO EVANGÉLICO).
Lei nº 4.608, de 29 de setembro de 2005.

AGOSTO

12 -DIA DAS IGREJAS PRESBITERIANAS.
Lei nº 910, de 01 de novembro de 1985.

19 -DIA DAS IGREJAS EVANGÉLICAS CONGRECIONAIS.
Lei nº 778, de 05 de outubro de 1984.

24 -DIA DAS IGREJAS EVANGÉLICAS BATISTAS.
Lei nº 809, de 13 de dezembro de 1984.

SETEMBRO

02 -DIA DA IGREJA BATISTA NOVA PENIEL.
Lei nº 1.003, de 17 de junho de 1986.

DIA DA IGREJA METODISTA.
Lei nº 1.931, de 26 de dezembro de 1991.

3º DOMINGO - DIA ESTADUAL DA JUVENTUDE EVANGÉLICA.
Lei nº 5.111, de 19 de outubro de 2007.

OUTUBRO

31 - DIA DA REFORMA PROTESTANTE.
Lei nº 2.533, de 02 de abril de 1996.

2º SÁBADO DO MÊS - "DIA DOS DIRIGENTES DE ORAÇÃO".
Lei nº 4.313, de 29 de abril de 2004.

NOVEMBRO

04 -DIA DA EVANGÉLICA CRISTO VIVE/CRUZADA EVANGELÍSTICA MIGUEL ÂNGELO.
Lei Nº 1.225, de 12 de novembro de 1987.

16 A 22 DE NOVEMBRO - SEMANA DOS EVANGÉLICOS.
Lei nº 2.928, de 30 de abril de 1998.

3º SÁBADO - DIA DO CANTOR EVANGÉLICO.
Lei nº 758, de 22 de junho de 1984.

DEZEMBRO

2º DOMINGO DO MÊS - "DIA DA BÍBLIA".
Lei nº 2.039, de 26 de novembro de 1992.

(Datas válidas no estado do Rio de Janeiro)

Fonte: Agência Soma

3º Programa Nacional dos Direitos Humanos

Resolvi postar o Programa Nacional dos Direitos Humanos, que declaradamente é um assinte aos direitos básicos de pessoas livres.
O presidente da República disse que assinou e não sabia o que estava assinando. Este é um assunto que mexe com toda a opinião pública brasileira.

Leia na íntegra o Programa Nacional do Direitos Humanos
Preocupante, mas a sociedade brasileira não pode assinar na cartilha destes, que procuram desestabilizar a "família", o direito de propriedade, a liberdade de expressão com textos velados e que tiram o direito de igualdade na justiça.
A imprensa, a igreja, as forças armadas, a OAB e a população, ainda que silente, porém com o grito abafado, tem sim que protestar e contestar. A verdade é que muita gente sequer sabe o que está sendo proposta com esta carta de intenção, muito mal intencionada por sinal.
Estamos numa democracia e não devemos, mesmo que de forma velada, perdermos a livre expressão, institucionalizar erros como se fossem verdades.
Não queremos ver pessoas desaparecerem sem causa, mas também não podemos permitir que uma grupo de despropositados, chegue em nossas terras, finquem suas estacas e nos expulsem de lá, como se aquilo fosse próprio do suor deles. Amordaçar a imprensa, os jornalistas que defendem suas idéias, algumas sem nexo, mas outras, e na maioria das vezes, o sentimento de uma nação. Descriminalização do aborto, a união estável e o favorecimento na justiça de pessoas que não tem comprometimento com a família.
Corremos o risco de que se este documento for aprovado na íntegra , não termos explicações aos nossos filhos, quando nos questionarem: Porquê os valores que o senhor como pai ensina é bem mais fraco que o que a sociedade vive?
Direitos humanos sim, mas direitos aos manos não!
Nós, como crente em Cristo Jesus, sabemos que tudo isto é o cumprimento da Bíblia Sagrada, pois o próprio Jesus disse que quando ele voltasse será que ele encontraria "fé" na terra. E desestabilizar a religião, a justiça, as forças armadas e a imprensa é sim um avilte a nossa sociedade brasileira e isso mexerá com os nossos bons costumes e atingirá valores bíblicos e causará danos irreparáveis á nossa nação.
É tempo de orarmos pela nossa nação.